Jornal Correio Braziliense

Milícia iraquiana ameaça atacar forças americanas após decisão de Trump

"A decisão de Trump sobre Al Qods (Jerusalém) legitima atacar as forças americanas no Iraque", disse Akram Al Kaabi, chefe da milícia Nujaba em comunicado

Agência France-Presse

Uma milícia xiita iraquiana, favorável ao Irã, ameaçou nesta quinta-feira (7/12) as forças americanas que estão no país após a decisão do presidente americano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

"A decisão de Trump sobre Al Qods (Jerusalém) legitima atacar as forças americanas no Iraque", disse Akram Al Kaabi, chefe da milícia Nujaba em comunicado.

 

Leia as últimas notícias de Mundo

 

Esse grupo, criado em 2013, conta com o apoio militar dos Guardas da Revolução, o exército de elite do regime iraniano.

O grupo tinha cerca de 1.500 membros e faz parte dos grupos paramilitares Hashd Al Shaabi, criados em 2014 para lutar contra organização extremista Estado Islâmico (EI).

No momento, aproximadamente 4.000 soldados americanos estão em território iraquiano.