Especial Publicitário - Marca do Anunciante

Comemorações inusitadas marcam o Dia dos Namorados na capital

Conheça histórias de casais que não deixam a data passar em branco e que celebram a união das mais diversas formas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2016 20:38 / atualizado em 24/08/2016 18:35

 


Dia dos Namorados

 

O Dia dos Namorados está cada vez mais próximo. Na cabeça dos casais mais românticos já começam a surgir ideias de como comemorar o 12 de junho de uma forma especial. Muitos deles já sabem o que vão fazer para tornar a data singular ou ao menos guardam na lembrança uma celebração de anos anteriores que marcou o relacionamento. O importante, para eles, é estarem juntos e não deixarem o dia passar em branco.

Aventuras em um bote


O Dia dos Namorados mais marcante dos quatro anos de relacionamento de Rafaela Machado, 24 anos, e Samuel Guerreiro Falleiros, 25, foi o de 2013. Ele decidiu aproveitar o clima de romance para pedir emprestado ao pai o bote inflável. O casal preparou lanches, com o objetivo de fazer uma espécie de piquenique dentro do Lago Paranoá, e embarcou na Península dos Ministros para uma tarde romântica.


Um imprevisto no meio do passeio quase estragou a comemoração, mas, com bom-humor, os dois superaram o problema. “Foi tudo perfeito”, conta Rafaela. Quando já estavam no meio do lago, perceberam que o bote estava furado. Sem drama, em meio a uma remada e outra, usaram a bomba de inflar que traziam com eles e, de tempos em tempos, voltavam a encher o bote. “Foi muito divertido e diferente. À noite, saímos para jantar”, lembra a jovem.


Samuel também não se arrependeu da ideia, apesar dos imprevistos, e adorou a experiência de comemorar a data de uma forma diferente. E olha que para algo ficar tão marcado na vida do casal é porque foi realmente inusitado. Os dois fazem questão de comemorar não o só o Dia dos Namorados como todos os aniversários de namoro. No dia 19 de cada mês, fazem alguma coisa especial, como sair para jantar ou pelo menos trocar lembranças. “Acho que é preciso comemorar. Não tem graça deixar passar em branco essa data”, finaliza Rafaela.

Tags: cbonline
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.