política

Deputado federal de MG dá um tapa na cara de repórter do CQC Em nota, Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) disse que é defensor da liberdade de imprensa, mas que os questionamentos devem ser feitos com seriedade e respeito

Marcelo Ernesto - x

Publicação: 09/05/2012 18:17 Atualização: 09/05/2012 18:52

Após ter sido acusado de agressão pelo repórter do humorístico "CQC", Felipe Andreoli, da Rede Bandeirantes de Televisão, o deputado federal Márcio Reinado Moreira (PP-MG) divulgou nota com o título "Liberdade, sim, mas com respeito", lamentando a atitude tomada por ele, mas questionando a fronteira entre jornalismo e humor. Segundo o deputado, “os recentes programas humorísticos lançados pelas redes de tevê misturam, perigosamente, humor e realidade”. Conforme relato do parlamentar, ele teria se negado a falar com a equipe do programa, mas acabou cedendo devido à “insistência” e teria sido tratado de forma “provocativa e desrespeitosa”. Justificando o ato – Andreoli afirmou ter sido agredido com um tapa na cara -, o deputado lamentou a atitude e disse que agiu no impulso. “Infelizmente, minha reação foi instintiva”, lamentou.

Ainda na nota, Reinaldo disse que é defensor e tem compromisso com a liberdade de imprensa, mas ressalta que o programa “extrapola” certos limites. “É preciso respeitar o caráter, os princípios e a honra das pessoas e, até mesmo para questioná-las, é necessário saber fazê-lo”, afirmou. O parlamentar disse ainda que respeita o trabalho da impressa “séria”. “Acredito na imprensa livre, ativa, crítica, combativa, mas séria e responsável. Da mesma forma e com o mesmo empenho, defendo que todos os cidadãos brasileiros precisam ter garantidos o respeito ao seu caráter e à sua honra”, enfatizou.

O repórter e humorista comentou o assunto nas redes sociais e registrou um Boletim de Ocorrência (B.O), na Polícia Civil do Distrito Federal. “Nesta terça-feira entrevistei o Deputado Marcio Reinaldo Moreira (PP-MG). Fiz uma pergunta - vocês verão no CQC - que nós nos fazemos todo santo dia. Ele me respondeu com um tapa na cara. Fora os xingamentos", afirmou Andreoli. Por meio da rede social Twitter, o humorista divulgou uma foto do B.O.

Leia a íntegra da nota do deputado


Liberdade, sim, mas com respeito. Os recentes programas humorísticos lançados pelas redes de tevê misturam, perigosamente, humor e realidade. Confundem as cabeças das pessoas e colocam em cheque o autêntico jornalismo brasileiro.

A confusão se estabeleceu. Humor e jornalismo? O deboche ou a análise séria dos fatos? Essa mistura é perigosa. A fórmula para se atingir o humor em um ambiente sério é extremamente delicada e se rompe facilmente, na medida em que o humorista precisa provocar, instigar, ofender e até rebaixar pessoas, para que os telespectadores possam se divertir.

Na noite de ontem, dia 08 de maio, fui abordado pelo Jornalista Felipe Andreolli e a equipe do CQC sobre a votação da PEC do Trabalho Escravo. Ciente de se tratar de uma equipe do programa humorístico sinalizei em negativa a entrevista. Contudo, face à insistência respondi ao questionamento. Ocorre que, como é de praxe do programa, o jornalista do CQC de forma provocativa e desrespeitosa se manifestou ofendendo minha honra, dignidade e toda a instituição do Parlamento. Infelizmente, minha reação foi instintiva.

Defendo a liberdade de imprensa. Seu trabalho livre e responsável, mesmo quando criticado. Lamentavelmente, a reação impulsiva, incompatível com minha personalidade, não justifica as agressões verbais sofridas. Existe aquela máxima que diz que uma liberdade termina exatamente aonde começa a do outro. É aí que o programa humorístico extrapola as suas prerrogativas. É preciso respeitar o caráter, os princípios e a honra das pessoas e, até mesmo para questioná-las, é necessário saber fazê-lo.

Apesar do ocorrido, reitero meu compromisso com a liberdade de imprensa, que é imprescindível para o fortalecimento da democracia. Acredito na imprensa livre, ativa, crítica, combativa, mas séria e responsável.
Da mesma forma e com o mesmo empenho, defendo que todos os cidadãos brasileiros precisam ter garantidos o respeito ao seu caráter e à sua honra.


(*) Marcio Reinaldo Moreira é Deputado Federal pelo Partido Progressista de Minas Gerais”
Tags: celular

Esta matéria tem: (38) comentários

Autor: José Júnior
Eu por exemplo não faço apologia da violência, só acho que os CQCs deveriam achar engraçado também o tapa no pseudo-repórter (ou seria um pseudo-humorista?) ao invés de registrar um BO . | Denuncie |

Autor: Marcus Pereira
Não tem bonzinhos nesta história. O excesso aconteceu dos dois lados. Mas, cá prá nós, é bom ver um deputado "na saia justa" !!! | Denuncie |

Autor: Izidoro de Castro
Não sou a favor de qualquer tipo de violência mesmo que verbal, mas não me sinto esbofeteado pela reação do deputado federal Márcio Moreira (PP-MG) contra Felipe Andreoli, CQC. Quem semanalmente esbofeteia a sociedade são os pseudos humorístas meia-boca, com perguntas e piadas de baixíssimo nível. | Denuncie |

Autor: Clécio Cordeiro
Galera, o fato é que esse CQC é um ótimo programa para escancarar as promiscuidades do Congresso. Agora que são eles são folgados são!! No entanto, esses deputados e senadores, merecem muito mais do que piadas jornalísticas, merecem tb um tapa do povo... porém sabemos que isso é muito difícil. | Denuncie |

Autor: valdison moreira
Os programas de humor das nossos televisões são tão sem graça que chega a ser engraçado. | Denuncie |

Autor: valdison moreira
Ótimo o comentário de Fábio Navarro. Mas esse programa CQC só é engraçado para sambangas. Não se faz humor ridicularizando as pessoas. | Denuncie |

Autor: Antonio Silva
Um tapinha nao doi... | Denuncie |

Autor: fabricio josé gonncalves
CQC tem mais é q zoar esses politicosa safados e corruptos, estamos juntos pela liberdade. | Denuncie |

Autor: Douglas Rodrigues
Estou impressionado com os comentários que li abaixo. NENHUMA ação justifica a violência física. Nenhuma. Quando a humanidade vai aprender isso? | Denuncie |

Autor: marcelo mexicano
Esse tapa na cara do jornalista demostra na realidade que o nobe deputado dá um tapa na cara da sociedade que ousa contraria-lo | Denuncie |

Autor: jacira castro
Sinceramente não consigo achar graça em cima do constrangimento de outra pessoa; deixo o canal de lado e procuro algo melhor para assistir ou fazer. Lembro da Vanessa Camargo e muito mais! | Denuncie |

Autor: marco americo
Gostei da idea, que tal juntarmos uma galera, invadir o congresso, e dar uma surra nestes politicos??????? | Denuncie |

Autor: Josiete Rocha
mas exatamente neste caso...por que ele precisava apanhar...por que perguntou ao deputado se ele era a favor de aumentar seu próprio salário em 62%????então esse aumento absurdo já é um tapa na cara do eleitor!! | Denuncie |

Autor: Virginia Mari Leitte
Pela primeira vez devo concordar com o ato do parlamentar. Esses humoristas dos programas rídiculos não merecem outro tratamento que não seja UM TAPA NA CARA!!!! | Denuncie |

Autor: José Júnior
Aliás, fazem gozação cruel até com bebês no ventre da mãe e acham normal e engraçado. Podem reclamar de um tapinha na cara? | Denuncie |

Autor: José Júnior
Os "repórteres" do CQC (e de outros programas semelhantes) fazem gozações cruéis e grosseiras com todo mundo e não só com políticos suspeitos. Suas atitudes demonstram que eles não são melhores que nenhum político já que igualmente nos consideram apenas um detalhe para o "sucesso".Dispenso a "ajuda" | Denuncie |

Autor: mario antonio ferreira
Antes eu até achava esse programa inovador e necessário! Hoje acho esse pessoal do CQC um bando e babacas! Se fosse eu faria a mesma coisa ou pior! | Denuncie |

Autor: natan martins
Quem não quiser ser interpelado pela imprensa ou eleitor, que não se candidate. Com a palavra o PP, mesmo pq o mandato pertence ao partido, não é isso? | Denuncie |

Autor: Sergio Pinto
Se esse deputado presta ou não, não tem a menor importância, mas a bofetada que ele deu merece aplausos. Não é de hoje que esse programas que se dizem humorísticos são grosseiros e desreipeitosos não só com suas vítimas, mas também com o público. Um pouco de educação e respeito sempre cai bem. | Denuncie |

Autor: Fábio Navarro
A imprensa deve mostar a verdade. ridicularizar um homem público eleito pelo povo (idependente da moral desse homem) enfraquece a democracia. O Congresso é falho, mas é nosso! Se queremos moralizar a política devemos começar moralizando nosso voto. | Denuncie |

Autor: Fábio Navarro
Errados os dois! Há humor sem ofensas e respostas sem violência. Nivel baixo, por nivel baixo os dois empataram... | Denuncie |

Autor: Edson Correia
o cqc não é só um programa de humor, mas um programa que tem um modo diferente de mostrar as maracutais dos políticos. Eles cutucam "essas bestas" com vara curta e aí levam coices mesmo. Viva o CQC. Valeu Andreoli. | Denuncie |

Autor: Luciano Bogalho
Misturar humor e realidade Senhor Deputado, é uma máxima dos programas humorísticos do Brasil, caso hoje o Parlamento brasileiro sofre as consequências da sua realidade é por que esta caminhando para esta situação, baixando sua credibilidade a tal ponto do deboche.Seria melhor enfrentar uma revolta? | Denuncie |

Autor: José Júnior
Mais engraçado foi o tapão no "repórter". Rsrsrssss | Denuncie |

Autor: José Júnior
E os tapas na cara virtuais que os "repórteres" do CQC vivem dando na cara dos outros? Aí tem graça? Um dia desses esses "repórteres" de um programa humorístico da mesma emissora ficou fazendo gozação com o piloto Kanaan em relação a ele não ser um piloto da F1, e de quebra, com o Rubinho.Sem graça. | Denuncie |

Autor: ercilia louzada
Pode ser até que o CQC faltou com o respeito...mas não seria desta forma que gostaríamos de interpelá-los? É para isto que existe o CQC, de jornal sério e gente polida com políticos já temos muitos. Se "apelar" é porque não tem argumentos..rs..rs | Denuncie |

Autor: jurassi lima
Excelentíssimo Sr. Dep.Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) que responde Inquérito 1883 - Crime ambiental. por favor de um tapa na cara do Demostenes, Gim Argelo e Depois de um tapa em si mesmo por desonra esta Casa. | Denuncie |

Autor: José Júnior
Longe de mim defender deputado, quero mais que eles se explodam, agora, que é interessante o repórter não levar esse tapa na cara na brincadeira é. Eles que acham tudo engraçado e acham que todos podem ser motivo de zombaria deveriam ter se acabado de dar risada com o tapão no "repórter". | Denuncie |

Autor: Toni Ganso Medeiros
Sr. Deputado "nervosinho", trate o cargo que ocupa com a seriedade que ele merece e deve ter e não será mais alvo de jornalismo com humor. | Denuncie |

Autor: Enio Silva
Ainda bem que temos um programa como o CQC, humor inteligente e desafiador.Deputado quem não deve não treme nem fica mudo.Seja educado que a sociedade agradece. | Denuncie |

Autor: Vaneide Martins
Se frufru. Agora tá queimado não ganha mais eleição. | Denuncie |

Autor: Ricardo Cubas
Se nada for feito para moralizar, no médio ou longo prazos, o povo brasileiro será capaz de, num ato puramente instintivo, promover linchamento de dezenas políticos integrantes da classe corruptolis. Quem viver, verá. | Denuncie |

Autor: Magda
Tapa na cara é o que recebemos todos os dias, quando levam os nossos impostos, os nossos votos e devolvem em corrupção. As pessoas morrendo na porta dos hospitais, a violência nas ruas e nos lares, colégios caindo aos pedaços e essa corja na farra das propinas e do dinheiro fácil. | Denuncie |

Autor: Paulo Silva
Se ele usa uma arma ele mata alguém num ato instintivo. Quem age com instinto é animal selvagem. | Denuncie |

Autor: Paulo Silva
Não deveria ser Deputado um Homem deste. Processo nele! Esses caras deste partido.. agora que eu não voto mais neste partido!!! | Denuncie |

Autor: IVANEI MOREIRA LISBOA
baixo nível esses caras, mas também tudo quanto é porqueira passa nessa tv brasilileira,coisa que brasileiro adora. c om certeza esse programa é mais uma imitação.Culturalmente só estamos regredindo | Denuncie |

Autor: Leonardo Bueno
Imagine se ele num defendesse a liberdade de imprensa... Parabéns ao CQC, que é um programa com humor inteligente e mostra aos brasileiros a realidade dentro da política. | Denuncie |

Autor: Thiago Lopes Lopes
Apoio totalmente o CQC, pois eles sim tem a coragem de fazer as perguntas que outras emissoras não tem, ai tem muito politico q fica com raiva, pois está expondo a parte podre dos politicos. Eles politicos são doidos para sensurar esse tipo de imprensa.... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas