política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Lula lamenta morte de Marcelo Déda, um "grande amigo, compadre e irmão" Após cinco anos de luta contra um câncer no intestino, Déda morreu na madruga de desta segunda-feira, aos 53 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo

Agência Brasil

Publicação: 02/12/2013 16:22 Atualização:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que perdeu um “grande amigo, compadre e irmão” com a morte do governador de Sergipe, Marcelo Déda, vítima de um câncer gastrointestinal. Em nota divulgada no Instituto Lula, e assinada também pela Dona Marisa Letícia, o ex-presidente exalta a trajetória política do governador.

Para Lula, Déda foi um exemplo de “dignidade e compromisso público na atividade política”. “Sergipe perdeu um grande governador, o Brasil perdeu um excepcional homem público e Marisa e eu perdemos também um grande amigo, compadre e irmão”, diz trecho do documento.

Leia mais notícias em Política

O ex-presidente ressalta que o governador de Sergipe ajudou a construir o PT e “teve uma trajetória brilhante como representante do povo na Assembleia Legislativa [de Segipe], na Câmara dos Deputados, como prefeito de Aracaju e finalmente como governador de Sergipe, sempre com sua atenção voltada aos mais pobres e ao desenvolvimento do seu estado”.

Após cinco anos de luta contra um câncer no intestino, Déda morreu na madruga desta segunda-feira (2/12), aos 53 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 27 de maio. Casado duas vezes, o governador deixa cinco filhos.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.