política
  • (6) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Terceirizada do ICMBio é acusada de usar empresa como cabide de empregos Funcionária terceirizada de 25 anos é presa por desviar dinheiro do órgão federal para a conta de parentes

Amanda Almeida

Publicação: 07/12/2013 08:00 Atualização:

Na operação, a Polícia Federal apreendeu R$ 32,8 mil em espécie (Amanda Almeida/Divulgação)
Na operação, a Polícia Federal apreendeu R$ 32,8 mil em espécie


Uma ex-funcionária terceirizada do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) é acusada de usar o órgão ambiental do governo como cabide de empregos fantasmas para desviar recursos para o bolso da própria família. A Polícia Federal deflagrou ontem a Operação Desfalco, em Brasília, que acabou com a prisão dela e de dois tios. Os investigadores sustentam que, desde 2010, a servidora repassou R$ 1,84 milhão para parentes como se eles trabalhassem no instituto.

A jovem, de 25 anos, cuja identidade não foi revelada, tinha acesso ao sistema de pagamento do órgão federal e inseriu o nome de pelo menos cinco parentes como funcionários ou prestadores de serviço do ICMBio. “Ela começou o golpe com valores menores, como uma espécie de teste. Ao se sentir segura, passou a fazer repasses maiores, chegando a R$ 150 mil por mês”, relata o delegado Wesley Almeida, um dos responsáveis pelas investigações.

Um tio da ex-funcionária chegou a receber R$ 600 mil, entre 2010 e este ano. O dinheiro era imediatamente sacado e gasto com eletrodomésticos, joias, jantares em restaurantes caros, salões de beleza… Ela comprou também dois lotes no Novo Gama, no Entorno, onde construía casas. Durante a operação, dois carros e R$ 32,8 mil em espécie foram apreendidos. Nove contas-corrente de sete pessoas foram bloqueadas.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (6) comentários

Autor: José A. S. Neto
Paulo Costa ! O Sr. se lembra do caso cemitério do DF ? Lembra de quando foi isso ? Lembra também de quem estava envolvido ? Pelo visto não né ? | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Esta questão de terceIrizados vem desde o regime militar quem o inventou e que, na maioria dos casos, os donos são seus descendentes - VEJA CASO ELIANA PEDROSA E PARENTES ! ! ! | Denuncie |

Autor: Augusto Hiromu Emori
Cada servidor público necessita estar mais ligado ao que seu colega está fazendo ou deixando de fazer. Os desvios ou crimes estão ficando cada vez mais idiotas - difíceis de acreditar que alguém faria. Que os superiores do ICMBio sejam punidos com rigor extremo. Estes irresponsáveis merecem. | Denuncie |

Autor: Paulo Costa
Se for checar não será novidade ser a "meliante" mais uma dessas incompetentes "colocadas" pelo PT ("Partido das Trevas") na função, para em troca participar da Contribuição Partidária. | Denuncie |

Autor: Carlos Visionário
O instituto cresceu e precisa de auditorias. | Denuncie |

Autor: dimas moreira
Falta de controle e critérios técnicos dá nisso. Quem contabilizava e auditava as prestações de contas do ICMBio? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.