política
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em evento do partido, Aécio diz que é "a mudança que o Brasil precisa" O presidente nacional do PSDB lançou nesta terça-feira, em Brasília, uma cartilha com 12 pontos que devem ser a base do seu plano de governo para disputar a Presidência

Marcelo Ernesto - x

Publicação: 17/12/2013 18:07 Atualização:

O lançamento da cartilha, realizado em Brasília, serviu para aclamar Aécio Neves como o nome do PSDB para disputar a Presidência (Orlando Britto/PSDB)
O lançamento da cartilha, realizado em Brasília, serviu para aclamar Aécio Neves como o nome do PSDB para disputar a Presidência


Focando na estratégia da mudança, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves, lançou, nesta terça-feira, uma cartilha com 12 pontos que devem servir como base para seu plano de governo para a disputa da Presidência em 2014. As propostas, segundo ele, foram feitas após encontros regionais do partido em todo o Brasil. Os pontos apresentados pelo tucano abrangem saúde, educação, segurança, além de programas sociais. Durante seu discurso, Aécio fez questão de criticar a gestão petista à frente do governo federal. “Nós encarnaremos a mudança de verdade que o Brasil precisa […]. O Brasil não é o vermelho do PT nem o azul do PSDB. O Brasil é verde e amarelo e de todos os brasileiros”, afirmou.

Além do lançamento da cartilha, o evento realizado em Brasília, serviu para aclamar Aécio como o nome do PSDB para disputar a Presidência. Agora sem José Serra - seu principal concorrente interno -, o senador mineiro não deve enfrentar resistência à sua candidatura. Serra afirmou nessa segunda-feira, através de sua página em uma rede social, que atendendo ao pedido do partido, Aécio deveria formalizar sua candidatura “o quanto antes". "O PSDB está unido, para tristeza e desalento de nossos adversários”, cutucou o presidente partido, mas sem afirmar que ele será o candidato.

Conforme o documento, a agenda do partido pretende “resgatar a enorme dívida social que o país ainda tem com milhões de cidadãos”. Amparado em três pilares: confiança, cidadania e prosperidade, o programa apresenta 12 pontos. O resgate de valores, compromisso com a democracia, recuperação da credibilidade e da responsabilidade pública estão incluídas nas medidas para reforçar a confiança. Já a garantia dos direitos dos brasileiros, sustenta o pilar cidadania. Por fim, a prosperidade é vista pelos tucanos como a constituição de uma nação solidária e o bem-estar coletivo.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: waldemir santana
COLOCAR O PSDB NO GOVERNO NA ATUAL CIRCUNSTÂNCIA SERIA DAR UM TIRO NO PRÓPRIO PÉ. MUDANÇAS SIM, PAJELANÇA NÃO. | Denuncie |

Autor: Sandro Araújo
Como mudança? Ele é o FHC, puro e aplicado. Já provamos do veneno. | Denuncie |

Autor: Jango Paulo
Quando alguém diz que é, eu sempre me lembro de um pensador que disse: entre o quer ser e achar que é, é mais ou menos entre o sublime e o ridículo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.