política
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Especialista avalia que os caças suecos têm um raio de alcance pequeno Segundo ele, os americanos, preteridos pela presidente Dilma Rousseff, não saem perdendo tanto quanto se imagina

Leandro Kleber

Publicação: 20/12/2013 06:45 Atualização: 20/12/2013 08:34

Apesar da demora do Brasil em definir qual modelo de caças compraria, o que acabou deixando o espaço aéreo protegido por aviões considerados obsoletos, especialistas do setor consideram acertada a escolha pela transferência de tecnologia, mas veem um defeito: raio de alcance da aeronave sueca é limitado, principalmente pelo fato de o Brasil ter dimensões continentais. O caça consegue voar somente 1,3 mil quilômetros sem precisar ser reabastecido. Mesmo com a derrota, nem os Estados Unidos, nem a França deverão fazer qualquer tipo de retaliação em relação ao Brasil, até porque o mercado civil nacional é grande e promissor.

“O Gripen anterior tinha raio de atuação muito pequeno, de 800km. Isso é perfeito para países como a Suécia, a África do Sul e a República Tcheca, por exemplo, mas não para o Brasil. Mesmo o novo Gripen, com alcance estendido de 1,3 mil km, ainda não é o ideal”, diz Gunter Grudzit, especialista em segurança internacional e professor de relações internacionais da Faculdade Rio Branco, de São Paulo.

Leia mais notícias em Política

Segundo ele, os americanos, preteridos pela presidente Dilma Rousseff, não saem perdendo tanto quanto se imagina. Ele lembra que o Gripen tem tecnologia e peças dos Estados Unidos. “A turbina, por exemplo, é patente americana. Não se pode perder de vista que existem outros projetos e que ainda serão negociados. Eles não saíram totalmente do páreo, principalmente em questão de software e tecnologia”, ressalta.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Luiz Roberto
Sou de opinião que o Governo brasileiro agiu corretamente. | Denuncie |

Autor: Josué Macedo
Esses especialistas estão sempre criticando. Por isso são especialistas, não fazem. Só enchem o saco. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.