política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Não é correto "pedagiar" estradas em áreas urbanas, destaca Dilma A presidente participou da inauguração da BR-448, ou Rodovia do Parque, como é conhecida, liga o município de Sapucaia do Sul a Porto Alegre

Agência Brasil

Publicação: 20/12/2013 13:35 Atualização:

A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (20/12), durante a inauguração da BR-448, no Rio Grande do Sul, que não é correto cobrar pedágio em estradas localizadas em áreas urbanas e metropolitanas, principalmente quando são estratégicas.

Presidenta Dilma Rousseff posa para foto com trabalhadores, durante cerimônia de inauguração da BR 448/RS (Roberto Stuckert Filho/PR)
Presidenta Dilma Rousseff posa para foto com trabalhadores, durante cerimônia de inauguração da BR 448/RS

"Você não pode pedagiar o deslocamento dentro da sua casa, você não pode pedagiar o deslocamento dentro do seu bairro, o deslocamento entre o seu trabalho e a sua casa, entre sua faculdade e sua casa, entre os locais que você tem acesso até para exercer a condição mais elementar de vida", disse a presidente durante a inauguração, em Canoas.

Inaugurada hoje, a BR-448, ou Rodovia do Parque, como é conhecida, liga o município de Sapucaia do Sul a Porto Alegre. Ela tem 22,3 quilômetros de extensão, faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e custou R$ 1,3 bilhão. A expectativa do governo federal é que a BR-448 absorva 40% do fluxo de veículos que trafegam pela BR-116, estimado em 160 mil veículos por dia. Atualmente é a única rota para atravessar várias cidades na região metropolitana de Porto Alegre.

Leia mais notícias em Política

“Diminuindo o fluxo na BR-116 poderemos fazer intervenções, recuperar e investir em melhorias de segurança e de tráfego. Em pouco tempo, teremos as duas vias com uma capacidade muito melhor”, disse Dilma. Além disso, a presidente assumiu o compromisso de dar continuidade à BR-448, com a construção de 32 quilômetros entre Sapucaia e Estância Velha e assinou Ordem de Serviço para dois trechos da BR-290.

A BR-448 deve melhorar a situação de vida de aproximadamente 160 mil estudantes de nove universidades que deverão usar a rodovia para se deslocar de carro para a faculdade. A rodovia tem dez viadutos, três pontes, sendo uma delas estaiada sobre o Rio Gravataí, com 268 metros de extensão e 63 metros de altura, ligando Canoas a Porto Alegre. De acordo com o governo, foram gerados 2,7 mil empregos diretos e indiretos desde o início das obras, em 2009.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Ednaldo Souza
Vamos atualizar nossos dicionários. Nova palavra da língua portuguesa - pedagiar. Nossa presidente é muito criativa. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.