política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

CGU identifica problemas na aplicação de recursos no Ministério da Saúde Prejuízo aos cofres públicos é estimado em R$ 5,2 milhões

Andre Shalders - Correio Braziliense

Publicação: 15/01/2014 08:14 Atualização:

A Controladoria-Geral da União (CGU) aponta uma série de irregularidades na aplicação de recursos da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde durante o ano de 2012. Os problemas estavam espalhados por diversas ações da pasta: realização de eventos, compra de ambulâncias para o Samu, beneficiamento de produtos hemoderivados e transferências do Fundo Nacional de Saúde (FNS) por meio de cheques, sem identificação dos beneficiários. Somados, os gastos irregulares do órgão apontados no relatório atingem a cifra de R$ 5,2 milhões. O levantamento, intitulado Relatório de Auditoria Anual de Contas, acabou elaborado no segundo semestre de 2013.

Em 2012, o ministério transferiu do Fundo Nacional de Saúde pelo menos R$ 29 milhões por meio de cheques, sem a identificação de quem recebeu o dinheiro. Embora o relatório não tenha apontado a ocorrência de dano aos cofres públicos nesse caso, a prática é proibida pelo Decreto nº 7.507, de 2011, que disciplina as transferências financeiras entre União, estados e municípios, justamente por dificultar o controle.

Leia mais notícias em Política

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas