política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio recebe Oficina de Promoção do Trabalho Decente na Copa e Olimpíadas O tema central é a garantia de trabalho decente e oportunidades de emprego iguais para mulheres e homens durante as duas competições esportivas

Agência Brasil

Publicação: 29/01/2014 18:03 Atualização:

Começou nesta quarta-feira (29/1), com reunião fechada no auditório do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ), a 5ª Oficina de Promoção de Trabalho Decente nos Grandes Eventos – Copa do Mundo Fifa 2014 e Jogos Olímpicos de 2016. O tema central é a garantia de trabalho decente e oportunidades de emprego iguais para mulheres e homens durante as duas competições esportivas.

Amanhã de manhã, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, assina o compromisso pelo trabalho decente entre representações do ministério, do governo do estado, da prefeitura do Rio e do Fórum Nacional de Secretários Estaduais do Trabalho, além de representantes dos trabalhadores, empregadores, sociedade civil, Ministério Público do Trabalho, TRT, Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho e Organização Internacional do Trabalho (OIT), órgão das Nações Unidas.

A programação prevê palestra da diretora da OIT no Brasil, Laís Abramo, que falará sobre os desafios para o trabalho decente nos grandes eventos e apresentação de oportunidades para as populações locais pela Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro. Rita Maria Pinheiro, assessora do ministério do Trabalho, falará sobre a pactuação das ações acertadas entre os gestores e entidades, tanto para o período que antecede a Copa quanto durante a disputa. As oficinas são promovidas pelo Ministério do Trabalho, em parceria com o fórum de secretários, o governo estadual, a prefeitura e a OIT.

Leia mais notícias em Brasil

Também participam do evento representantes da Secretaria de Políticas para as Mulheres. Outra meta das oficinas é incluir jovens, negros, mulheres e pessoas com deficiência entre os postos de trabalho produzidos nos eventos, além de assegurar a quantidade e qualidade dos empregos que serão criados. O Ministério do Trabalho, que já promoveu oficinas desse tipo em Cuiabá, Porto Alegre, Fortaleza e no Recife, pretende levar, até o fim de fevereiro, a atividade às demais cidades-sede da Copa: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Natal, Manaus, Salvador e São Paulo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas