política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Helena Chagas renuncia ao cargo na Secretaria de Comunicação Social A ministra entregou carta a Dilma renunciando ao cargo. Falta de entrosamento com as redes sociais a teria derrubado

Iracema Amaral

Publicação: 31/01/2014 12:48 Atualização: 31/01/2014 12:58

O governo Dilma Rousseff sofreu, nesta sexta-feira (31/1), mais uma baixa no ministério de 39 pastas. Na manhã de hoje, a ministra Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação Social, se antecipou à exoneração iminente, comentada nos bastidores do Palácio do Planalto, e entregou o cargo à presidente. O comentário recorrente para a “fritura” de Helena era o descontentamento com o desempenho no comando da secretaria. No lugar da ministra deve assumir o atual porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann.

A ministra deixa o cargo que será ocupado por Thomas Traumann, atual porta-voz do Planalto (Agência Brasil)
A ministra deixa o cargo que será ocupado por Thomas Traumann, atual porta-voz do Planalto

Traumann era assessor de imprensa do ex-ministro da Casa Civil Antônio Pallocci. Com a saída de Palocci, o atual porta-voz foi deslocado para a assessoria da Presidência da República, onde acumula também o comando do gabinete digital do palácio. E foi justamente a partir desse cargo que Traumann ganhou notoriedade. O departamento comandado por ele cuida, entre outras atividades, do blog e das contas de Dilma no Twitter e no Facebook.

Leia mais notícias em Política

Hoje, as redes sociais são um dos principais focos dos petistas em se tratando da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. A direção do partido já prometeu para março na cartilha para orientar a militância a usar esses serviços na internet. Nessa quinta-feira, o ex-presidente Lula, em sua página no Facebook, advertiu os petistas que a internet é uma “arma poderosíssima”.

Carta

Na carta à presidente Dilma Rousseff, Helena agradeceu a "confiança" depositada por Dilma e disse que os três anos em que ocupou o cargo foram "um período de significativas realizações" do governo, "cuja divulgação se deu com todo o entusiasmo e engajamento" da Secom.

"O critério da mídia técnica, que herdamos do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que soubemos preservar e aprimorar, propiciou a oportuna e equilibrada publicidade governamental de tais ações públicas, trazendo ao cidadão informação clara e objetiva a respeito de seus direitos e das oportunidades que lhe eram postas", escreveu a ministra, destacando que atualmente há 9.963 veículos cadastrados para receber investimentos de mídia do governo, cadastro esse que foi ampliado na sua gestão.

"Acredito ter contribuído, com meu trabalho e com o esforço dos servidores da Secom, para a imagem positiva que V. Exa. e seu governo têm junto aos brasileiros, como justo reflexo do desempenho da gestão pública nesses três anos", afirmou a ministra.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: cleverson jose de souza souza
Gostei do trecho da carta, pois a maioria quando deixa o cargo esquece de ser grato! Parabens para a Ministra! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas