política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Novos ministros tomam posse de cargos nesta segunda, no Planalto Dilma Rousseff participou da cerimônia. As nomeações estão publicadas na edição de hoje do DOU

Publicação: 03/02/2014 11:27 Atualização: 03/02/2014 11:57

'As substituições que fazemos hoje fazem parte do calendário da democracia', disse presidente (Breno Fortes/ C.B D.A Press)
"As substituições que fazemos hoje fazem parte do calendário da democracia", disse presidente

Em sessão solene no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff empossou os novos ministros de Estado da Casa Civil, da Educação, da Saúde e da Secretaria de Comunicação Social. Em discurso, ela afirmou a chegada do 4º ano de mandato seguindo as diretrizes propostas por ela desde a posse. As nomeações estão publicadas na edição de hoje do Diário Oficial da União (DOU).

Aloizio Mercadante deixa o Ministério da Educação para assumir a Casa Civil, no lugar de Gleisi Hoffmann. Henrique Paim ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério da Educação e agora assume a pasta da Educação. O Ministério da Saúde será de responsabilidade de Arthur Chioro, que chefiava a Secretaria de Saúde de São Bernardo do Campo (SP). A Secretaria de Comunicação Social será assumida por Thomas Traumann, porta-voz da Presidência da República, que substituirá Helena Chagas.

Leia mais notícias em Política

O novo ministro da Educação é gaúcho formado em economia, com pós-graduação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi subsecretário da Secretaria Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, em 2002 e presidente do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Aloizio Mercadante também é economista, formado pela Universidade de São Paulo (USP) e nasceu em Santos (SP). Além de coordenar os principais projetos do governo, o novo chefe da Casa Civil está sendo visto como uma espécie de superministro já que também terá a missão de fazer a interlocução entre o Palácio do Planalto e a equipe que deverá coordenar a campanha à reeleição da presidenta Dilma.

Mercadante tem mestrado e doutorado na área econômica e é professor licenciado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e da Universidade Estadual de Campinas. Foi deputado federal por São Paulo por dois mandatos (entre 1991 e 1995, e entre 1999 e 2003) e senador, entre 2003 e 2010. Em 2010, o petista candidatou-se ao governo de São Paulo e, após a derrota para o tucano Geraldo Alckimin, foi convidado pela presidenta Dilma a assumir o Ministério de Ciência e Tecnologia.

Na Saúde, Arthur Chioro, ex-secretário da Saúde de São Bernardo do Campo, substituirá Alexandre Padilha, que deixa a pasta para concorrer ao governo de São Paulo pelo PT. Chioro é formado pela Fundação Serra dos Órgãos e especialista em medicina preventiva e social pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Também é mestre e doutor em saúde coletiva e professor da Faculdade de Fisioterapia Unisanta e da Faculdade de Medicina (Unimes). Para assumir o ministério, deixou o cargo de presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo.

Também toma posse hoje o jornalista Thomas Traumann que assume a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República no lugar de Helena Chagas, que ficou no posto por três anos. Traumann foi chefe da assessoria do ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, e assessor especial da ministra Helena Chagas até 2012, quando foi nomeado porta-voz da Presidência.

Dilma afirmou que a missão é continuar garantindo direitos. "As substituições que fazemos hoje fazem parte do calendário da democracia", disse. Ela aproveitou o momento para agradecer à ministra Gleisi pelo trabalho exercido na Casa Civil. Fez o mesmo com o ministro Alexandre Padilha pela diração da Saúde, em especial, pelo Programa Mais Médicos. "Todos esses ministros fizeram muito pelo nosso país. Deram o melhor de si em todas as tarefas que executaram", agradeceu.

As exonenações de Gleisi Hoffmann, Helena Chagas, Alexandre Padilha, Aloizio Mercadante, Thomas Traumann e José Henrique Paim dos antigos cargos também estão publicadas no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Com informações da Agência Brasil

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Antonio Silva
Quantos ministérios temos agora? 40??? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

:: Publicidade



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas