política
  • (6) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Janot pede condenação de ex-governador mineiro a 22 anos de prisão Na ação penal contra Eduardo Azeredo (PSDB-MG) são investigadas denúncias de desvio de dinheiro público durante a campanha do então governador de Minas Gerais, que disputava a reeleição, em 1998

Agência Brasil

Publicação: 07/02/2014 17:54 Atualização: 07/02/2014 20:36

 (José Varella/CB/D.A Press)
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta sexta-feira (7/2) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a condenação do deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG) na Ação Penal 536. Janot pede que o parlamentar cumpra pena de 22 anos de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Na ação penal, são investigadas denúncias de desvio de dinheiro público durante a campanha do então governador de Minas Gerais, que disputava a reeleição, em 1998.

Leia mais notícias m Brasil


De acordo com denúncia da procuradoria, aceita pelo Supremo em 2009, o parlamentar é acusado dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Segundo a procuradoria, o então candidato teria se beneficiado de recursos oriundos de um esquema que envolvia a empresa SMP&B, de propriedade do publicitário Marcos Valério, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Outros acusados repondem a acusações na primeira instância da Justiça de Minas, porque não têm foro privilegiado.

Na época em que a denúncia foi recebida, Azeredo negou todas as acusações e disse que não há qualquer documento que confirme o uso de recursos de caixa 2 na sua campanha à reeleição. O parlamentar também disse que nunca autorizou repasses para dinheiro para as empresas de Marcos Valério.

Esta matéria tem: (6) comentários

Autor: Silvio Rohden
Sou a favor do julgamento do ex-governador Eduardo Azeredo, pelos crimes cometidos, mas percebe-se uma clara demonstração de retaliação o rigor das penas propostas, e um procurador da República Federativa do Brasil, deve estar acima de paixões partidárias e compromissos com qualquer agremiação. | Denuncie |

Autor: Paulo Costa
Tudo bem, mais um político "vagabundo" (normal) que merece a cadeia. Porém, como é do Partido da oposição (se isso existe) ele será condenado e não terá a pena branda dos mensaleiros...afinal...STF, MP, PGR são "instituições" totalmente "aparelhadas" pelos filiados do Partido das Trevas/PeTralhas. | Denuncie |

Autor: danie rodrigues cruz
QUANDO SE TRATA DO AMIGO DE MG A IMPRENSA AMIGA NÃO FALA NO MENSALEIRO TUCANO...SE ELE FOR PRESO PELO BARBOZÃO,COM CERTEZA ABRIRÁ O BICO DOS DEMAIS MENSALEIROS...A TUCANADA ESTÁ COM AS BARBAS DE MOLHO... | Denuncie |

Autor: Francinaldo Carvalho
Até que enfim, parece que agora o julgamento do Mensalão do PSDB sai. Punição para todos os envolvidos é o que esperamos. No Brasil os partidos políticos todos se parecem, até na corrupção. | Denuncie |

Autor: dimas moreira
Se é candidato com ficha suja, o processo vai do TRE ao julgamento pelo STF em poucos dias. Mas para julgar políticos corruptos a balança da justiça é cheia de vícios. | Denuncie |

Autor: carlos figueiredo
Duas coisas: Espero que este pedido não passe de encenação. Segundo: Será que vai haver pressa em dar cabo à esta ação? É esperar para ver. Eu e milhões de brasileiros, estamos céticos. Com a palavra o Sr. Procurador e... O STF. - Nada de dois pesos e duas medidas. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

:: Publicidade



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas