política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tanques de combustível subterrâneos põem em risco sede do Ibama Segundo brigada de bombeiros civis, podem explodir. Autarquia nega perigo a servidores

Amanda Almeida

Publicação: 10/02/2014 06:45 Atualização: 10/02/2014 06:48

 (	Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press)


Responsável pela gestão ambiental do governo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) mantém, segundo uma de suas coordenações, uma ameaça à natureza na própria sede, em Brasília. Três tanques subterrâneos de combustíveis estão abandonados em um dos blocos do prédio no Setor de Clubes Norte. De acordo com uma brigada de bombeiros civis que prestava serviços à autarquia, os poços esquecidos são também um risco de explosão. Embora ciente dos perigos, o Ibama vem ignorando alertas e arrasta a situação desde 2010.

Os tanques eram usados, no passado, para abastecer carros oficiais, mas perderam a utilidade depois que o Ibama decidiu terceirizar o serviço de transporte. Em 2011, a Guanaba Sistema contra Incêndio — empresa que prestava serviço de bombeiro civil à autarquia federal — solicitou a retirada dos tanques, em ofício, à Diretoria Administrativa do órgão. “Tendo vista o grande risco de explosão através do acúmulo de gases”, registraram os chefes da brigada.

Leia mais notícias em Política

A Coordenação de Serviços Gerais do Ibama, também em 2010, encaminhou ofício à Petrobras pedindo a retirada dos combustíveis. “Solicitamos, conforme já tratado, o esvaziamento dos tanques de combustíveis, resíduos de óleo diesel, álcool e gasolina, com fim de evitar acidentes ambientais”, detalhou o pedido, fazendo referência também ao risco de contaminação dos lençóis. A Petrobras, no entanto, negou a solicitação “considerando o alto custo de destino dos produtos ainda armazenados”.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Saulo
Tem que ser multado conforme a legislação, não é assim que trabalha o IBAMA? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.