política
  • (4) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PT e PSDB aceleram passo na campanha eleitoral, que só começa em julho Dilma participa de festa dos 34 anos do PT e diz que o "im do mundo" chegou para os "pessimistas". No Rio, Aécio fala em "incompetência" do governo

Grasielle Castro - Correio Braziliense

Amanda Almeida

Publicação: 11/02/2014 08:05 Atualização: 11/02/2014 08:15

Festa petista em São Paulo: partido comemora 34 anos e tenta se manter no Planalto por mais quatro anos (Marcos Alves/Agência O Globo)
Festa petista em São Paulo: partido comemora 34 anos e tenta se manter no Planalto por mais quatro anos

Oficialmente, o período de campanha eleitoral só começa em julho, mas os principais partidos já estão com o passo acelerado. Ontem mesmo, o petistas e tucanos ensaiaram o tom com eventos que miram as urnas em outubro. A festa de aniversário de 34 anos do PT, por exemplo, foi marcada pela exaltação do governo da presidente Dilma Rousseff, que tentará a reeleição. Já no campo da oposição, o senador e pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves (MG), aproveitou a segunda-feira para visitar a sede do AfroReggae, no Rio de Janeiro, onde o partido ainda não tem candidato ao governo estadual. Em tom de campanha, Aécio voltou a atacar o governo federal.

Ao abrir o evento do PT, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, declarou que a proposta era reafirmar o compromisso com Dilma. “Quero desejar que o dia seja um marco importante na nossa trajetória de consolidação da transformação do Brasil, iniciada em 2003, com o presidente Lula. A senhora encarna um projeto de transformação”, discursou. A própria organização do ato em homenagem ao PT foi estrategicamente pensada para enaltecer a presidente. O evento, que ocorreria em Brasília, foi transferido para a capital paulista, e o novo slogan do partido lançado na festa — "Sempre em frente, sempre à frente" — deverá ser incorporado ao discurso de reeleição da presidente.

Leia mais notícias em Política

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não participou do evento, pois está em Nova York, mas gravou vídeo exibido em telão. Dilma, por sua vez, atacou os rivais: “Os pessimistas aproveitam os desequilíbrios de uma conjuntura internacional muito difícil para dizer que o fim do mundo chegou. O fim do mundo chegou, sim, mas para eles”. A legenda também deu espaço para o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha e para o senador Lindbergh Farias (RJ), pré-candidatos petistas aos governos de São Paulo e do Rio de Janeiro, respectivamente.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: LUIZ SILVA
Uma coisa é certa o PT já ERA. | Denuncie |

Autor: abel almeida
Só se for no planalto, por que no DF NUNCA MAIS, NUNCA MAIS.... | Denuncie |

Autor: danie rodrigues cruz
A HONESTIDADE TEM O SEU PREÇO...HÁ 500 ANOS QUE A CORRUPÇÃO TOMA CONTA DO BRASIL...E SOMENTE EM 12 ANOS ELA VEM SENDO DIZIMADA...MAS A IMPRENSA BANDIDA QUE COSTUMA RECEBER BILHÕES PARA PATROCINAR BANDIDOS VICIADOS PARA O PODER...QUEBRADA E FALIDA A IMPRENSA PRECISA ELEGER O SEU VICIADO PARA SE MANTER | Denuncie |

Autor: danie rodrigues cruz
QUEM É A,É SIM PARA FALAR EM INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO...MG SÉ É BOA PARA EMPRESÁRIOS BANDIDOS E CORRUPTOS QUE VIVEM AS CUSTAS DO ESTADO,ENQUANTO ISSO, O POVO VIVE O PIOR DE TODOS OS TEMPOS.SEM FALAR NA CORRUPÇÃO,MG UM ESTADO BOM PARA EMPRESÁRIOS E CORRUPTOS. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas