política
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Quase metade da população avalia que governo deve priorizar saúde, diz CNI Em segundo aparece o combate à violência e à criminalidade. A melhora da qualidade da educação é a terceira maior reivindicação apontado pelo CNI/Ibope

Agência Brasil

Publicação: 12/02/2014 14:36 Atualização:

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (12/2) indica que quase metade da população brasileira (49%) avalia que melhorar os serviços de saúde deve ser prioridade para o governo federal este ano. O dado está na pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira - Problemas e Prioridades para 2014, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Ibope.

Em segundo e terceiro lugares, informou a CNI, aparecem o combate à violência e à criminalidade e a melhora da qualidade da educação, que devem ser priorizadas na opinião de 31% e 28% dos 15.414 entrevistados, respectivamente. A confederação explica que a soma ultrapassa os 100% porque na pesquisa era permitido escolher até três opções. Para os entrevistados, são essas as áreas com os principais problemas do país. Além dessas prioridades, as pessoas ouvidas mostraram preocupação com as drogas (23%), o reajuste do salário mínimo (23%) e o combate à corrupção (20%).

Leia mais notícias em Política

Na análise regional dos dados, as três áreas também são as mais citadas como as que devem ter preferência nas ações governamentais, com a melhora dos serviços de saúde no topo de todos os rankings, informa a CNI. A exceção é a Região Sul, onde o combate à violência e à criminalidade perde posição para o aumento do salário mínimo e o enfrentamento às drogas.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Richardson Krieger
Essas pendências nunca saíram da pauta. Só muda a ordem de desespero da população. Hora querem mais saúde, hora segurança, hora educação. Entra e sai governo e vem a mesma história de sempre. Político que promete e não cumpre devia ir para a cadeia. | Denuncie |

Autor: Richardson Krieger
Imposto não falta. O impostômetro não para de girar, cada dia mais rápido. O problema é que não tem gestão eficiente. Políticos não se preocupam com essas questões e sim em criar cargos comissionados, lotear Ministérios e se promover para as próximas eleições. | Denuncie |

Autor: Harley Valadares
Sem educação, dificilmente teremos boa saúde. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.