política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado aprova MP que libera recursos para o Fies, e cria cargos nos TRTs O texto foi aprovado sem alterações, conforme foi enviado pelo Poder Executivo. Uma emenda tinha sido sugerida na comissão mista

Agência Brasil

Publicação: 25/02/2014 20:05 Atualização:

O plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (25/2), a Medida Provisória 626/2013, que abre créditos extraordinários de R$ 2,53 bilhões para o Programa de Financiamento do Ensino Superior (Fies). A MP foi editada para que o governo possa oferecer novos financiamentos em faculdades privadas a estudantes que não têm como pagar e arcar com os contratos já em vigência.

Leia mais notícias em Política


O texto foi aprovado sem alterações, conforme foi enviado pelo Poder Executivo. Uma emenda tinha sido sugerida na comissão mista que analisou a matéria previamente, mas o relator, senador Wilder Moraes (DEM-GO), apresentou parecer pela rejeição. Com isso, a MP segue para promulgação.

Com a pauta destrancada depois da aprovação da MP, os senadores aproveitaram para aprovar dois projetos que criam cargos nos tribunais regionais do Trabalho, em Santa Catarina e em Sergipe. No primeiro projeto, foram aprovados 23 cargos de analista judiciário e quatro de técnico judiciário para o tribunal catarinense. No segundo, foi aprovada a criação de sete cargos de analista e oito de técnico para o tribunal sergipano.

Os projetos seguiram para sanção da presidenta Dilma Rousseff. Os gastos com a criação dos cargos vão sair dos recursos previstos para esses tribunais no Orçamento Geral da União.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas