política
  • (14) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

#vaitrabalhardeputado » Cada votação custará R$ 3,75 milhões na Câmara dos Deputados É como se cada parlamentar ganhasse pouco mais de R$ 7,3 mil por sessão

Andre Shalders - Correio Braziliense

Publicação: 03/04/2014 06:05 Atualização: 03/04/2014 10:33

R$ 3,75 milhões. Esse é o valor gasto com a remuneração dos deputados a cada dia de votação na Câmara em 2014, considerando apenas a chamada Cota para Exercício de Atividade Parlamentar, a Ceap, e os salários, atualmente fixados em R$ 26,7 mil. É como se cada parlamentar ganhasse pouco mais de R$ 7,3 mil por sessão. Em 2014, o ano legislativo será encurtado pelas eleições. Com o início do chamado “recesso branco” a partir de junho, o ano legislativo deve contar com apenas 88 datas para a apreciação de propostas em plenário, considerando também as quintas-feiras.


Utilize a hashtag #vaitrabalhardeputado no Facebook, no Instagram ou no Twitter e deixe o seu recado sobre a decisão dos distritais

Leia mais notícias em Política

No parlamento brasileiro, calendário mais curto, no entanto, não significa redução de despesas: o orçamento aprovado para as duas Casas recebeu um incremento de cerca de R$ 209 milhões em 2014, em relação ao 12 meses anteriores, atingindo um total de R$ 8,72 bilhões. Em termos do valor gasto para manutenção do mandato, os senadores são mais caros: cada um deles custará R$ 46,6 milhões ao longo de 2014. Na Câmara, a conta dos 513 mandatos de deputados federais sairá por R$ 9,6 milhões neste ano.

Para o economista e fundador da ONG Contas Abertas, Gil Castelo Branco, o Congresso gasta em excesso, apesar de cumprir funções essenciais ao país. “A democracia não tem preço, mas, como eu costumo dizer, o custo do nosso Congresso é muito alto. Como é um ano eleitoral, o custo por dia efetivamente trabalhado deve crescer ainda mais”, comenta ele. “E parte significativa desses gastos é com divulgação de atividades institucionais, que, no fundo, representa uma propaganda de quem já é detentor de mandato eletivo. Ou seja, o Congresso gasta para ajudar a manter os mandatos de quem já está dentro.”

Pensões
Tanto no Senado quanto na Câmara, a maior parte dos gastos é com a folha de pagamentos. Só nesta última Casa são 14.724 servidores entre efetivos e comissionados, sem contar os terceirizados. Já contados os descontos obrigatórios, a folha de pagamentos da Câmara somou, em março de 2014, R$ 245,8 milhões, incluindo pensões e aposentadorias. Entre os servidores da Casa, pelo menos 261 recebem mais que o teto constitucional do funcionalismo público, fixado, em janeiro, em R$ 29,4 mil.

Outros 2.446 servidores recebem salários, pensões e aposentadorias acima de R$ 20 mil. Entre os contratados, a maior parte é formada pelos secretários parlamentares, responsáveis por assessorar diretamente os deputados. Em março, essa categoria ocupava 10.436 pessoas. “Boa parte desse pessoal fica lotado nos estados. De fato, os gabinetes nem comportariam todo o staff a que eles têm direito. E, na minha opinião, isso é uma distorção, já que o trabalho útil dos parlamentares é feito aqui em Brasília. Esses servidores se tornam, na realidade, cabos eleitorais”, disse Gil Castelo Branco.

Por meio da assessoria, a Câmara informou que os gastos já efetuados este ano, até 27 de março, somam um total de R$ 1,069 bilhão. Só com a Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar (CEAP), o famoso “cotão”, a Casa prevê gastos da ordem de R$ 152,2 milhões. A contratação de empresas terceirizadas, por sua vez, custará outros R$ 220, 4 milhões. Na semana passada, o Senado informou ao Correio que vem adotando, desde fevereiro de 2013, uma série de medidas visando a redução de gastos. No ano passado, os esforços resultaram numa economia de R$ 275 milhões, redução próxima à meta estabelecida pelo órgão. Outro esforço foi o corte de 630 funções comissionadas, representando cerca de 30% do total.

Esta matéria tem: (14) comentários

Autor: Alvaro Brito
Estão lá porque foram eleitos pela maioria. Na próxima escolha melhor, ou, vai ficar reclamando de novo >>>>> mais 4 anos! | Denuncie |

Autor: silvano moreira rocha
afinal somos brasileiros ou nao! | Denuncie |

Autor: silvano moreira rocha
gente tem festas neste final de semana,deixa para discutir isso depois. | Denuncie |

Autor: silvano moreira rocha
a verdade é que este país nunca funcionou nem fucionará,a podridao veio no começo dele!Agora é aguentar isso tudo sem poder fazer nada. | Denuncie |

Autor: Raimundo Pinheiro
Com relação ao grande circo que é o congresso n., onde os palhaços somos nós, há muito que denegrir. Quanto à assembléia legislativa, causa-me revolta o gasto de dinheiro público com um órgão absolutamente inútil que não cumpre, há décadas, a sua principal função, ou seja, fiscalizar o executivo. | Denuncie |

Autor: Anilton Moccio
E ainda o pessoal fica reclamando que o grande problema nesse país é a copa. | Denuncie |

Autor: Aurea Dias
Enquanto isso os médicos, professores, policiais e o resto da população contam os trocados! Que noticia feliz! Amo ser brasileira! | Denuncie |

Autor: Joel Barros
TA PUDERA! P/Q ELES FAZEM... DEVERIAM SEREM INCLUÍDOS NOS PROGRAMAS DE BOLSAS DAS FAMÍLIAS CORRUPTAS,,, TALVEZ, SERIA MELHOR P/OS CONSUMIDORES CONTRIBUINTES... P/MENOS Ñ LEGISLARIA EM CAUSA PRÓPRIA P/COISAS PIORES - PRESIDIÁRIOS TEM AS MENORES BOLSAS... Ñ? Ñ! Ñ! TEM A BOLSA EDUCAÇÃO!!!... | Denuncie |

Autor: Dagoberto Carvalho
Vejam bem a inutilidade da existência desse cabide chamado Câmara Legislativa (em causa própria). É ano de eleição eleitores. Sugiro um plebiscito para saber se o povo realmente quer essa imoralidade o orçamento poderia ser utilizado em algo útil. Cadê a Ética e a Moral? | Denuncie |

Autor: romulo pinto
Simples, NÃO vote nos que estão aí!!! | Denuncie |

Autor: VERLANDIO SOUSA
No pensar este pessoal deveria ser todo trocado por pessoa que não fosse servidor público, agente público, mas de boa condição. | Denuncie |

Autor: José Ferreira Ferreira
MISERICÓRDIA MEU DEUS, AONDE VAMOS PARAR? Desse jeito não há dinheiro que dê conta de tantos gastos DESNECESSÁRIOS, em prol de alguns que não produzem e não trazem riquezas para o Brasil, pelo contrário, lapidam e de forma substancial, os nossos suados impostos. ESSES "POLÍTICOS" DÁ UM DESÂNIMO. | Denuncie |

Autor: Helder Silva
O problema é que teremos eleições em outubro e a população continuara votando nesses tipos de pessoas, totalmente, descompromissadas com as causas da população.Pra mudar isso é muito simples, basta não votar em nenhum deles... | Denuncie |

Autor: carvalho Pereira
Simles.....na eleição de outubro a população renova em 100% (cem por cento) o quadro dos deputados da Câmara! ISSO TAMBÉM SERVE PARA OS CARGOS DO EXECUTIVO E LEGISLATIVO FEDERAL. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas