política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Brasil e Emirados Árabes devem firmar acordos na área de defesa A agenda política também destaca apresentação do Marco Civil em conferência em São Paulo, o futuro da CPI da Petrobras e o processo disciplinar do deputado André Vargas

Publicação: 22/04/2014 08:21 Atualização:

Executivo
Hoje, a presidente Dilma Rousseff recebe o primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes, Mohammed Bin Rashid Al Maktoun. Na pauta, estão acordos na área de defesa. Amanhã, a presidente vai a São Paulo para abertura da Conferência Multissetorial Global sobre o Futuro da Governança da Internet. Lá, Dilma deseja apresentar o Marco Civil da Internet como exemplo para o setor. O projeto, porém, ainda precisa passar pelo aval do Senado. Na quinta-feira, a presidente inaugura a Arena Pantanal, em Cuiabá. Na sexta-feira, vai a Belém e a Barcarena, no Pará.

Leia mais notícias em Política

Judiciário
A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber decide hoje o futuro da CPI da Petrobras. Há dois mandados de segurança na Corte, um para que a comissão seja restrita as denúncias sobre a estatal e outro que inclui outros temas no escopo do colegiado — como a empresa Alstom e o Porto de Suape. Na quinta-feira, o STF julga denúncia contra o senador Fernando Collor (PTB-AL), acusado por falsidade ideológica, peculato e corrupção passiva durante o mandato como presidente da República. O tribunal também aprecia ações sobre os deputados Wellington Fagundes (PR-MT), Oziel Oliveira (PDT-BA) e Eliene Lima (PSD-MT). Ao longo da semana, o presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, decide se o ex-ministro José Dirceu, preso no mensalão, pode trabalhar fora do presídio.

Legislativo
O Conselho de Ética da Câmara vota hoje parecer de Júlio Delgado (PSB-MG) para abertura de processo disciplinar por quebra de decoro contra o deputado André Vargas (PT-PR) e a bancada do PT decide quem assumirá a vice-presidência da Casa. Amanhã, o plenário da Câmara aprecia o parecer do Conselho de Ética que recomenda a suspensão por 90 dias do mandato do deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO), flagrado na operação que prendeu o bicheiro Carlinhos Cachoeira. No Senado, dois projetos que alteram o Código de Defesa do Consumidor estão na pauta, um deles regulamenta compras na internet.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas