política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma incentiva moradores a investirem em casas do Minha Casa, Minha Vida Moradores de baixa renda não podem vender ou alugar a residência antes de terminar o prazo do financiamento, segundo as normas

Agência Brasil

Publicação: 30/04/2014 12:46 Atualização:

Em Camaçari (BA), durante a entrega de novas moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida, a presidente Dilma Rousseff encorajou os moradores a cuidarem do condomínio e os incentivou a investirem na valorização do imóvel, até que se cumpram os dez anos de financiamento. A presidente falou logo após discurso do governador da Bahia, Jaques Wagner, que citou denúncias de moradores que alugaram ou venderam os imóveis antes desse período - o que é proibido pelas regras do programa.

Segundo as normas do Minha Casa, Minha Vida, os moradores de baixa renda não podem vender ou alugar a residência antes de terminar o prazo do financiamento. "Tomamos de quem comprou e entregamos para quem estava na fila esperando casa para morar. Se tem algum esperto aqui, se tiver, quero dizer, rico ou pobre, tem que andar na linha", disse Jaques Wagner.

Por sua vez, Dilma incentivou a valorização do local: "Eles [os imóveis] vão valorizar se vocês fizerem deles um condomínio, se fizerem aqui no meio jardins, se plantarem árvores, eles se valorizam e cada vez que se valorizam, nesses dez anos, quando perguntarem o que vocês têm, têm o direito de ter a casa própria, a casa de vocês".

A presidente entregou hoje (30), os residenciais Caminho do Mar 1, 2 e 3, que têm 1,5 mil casas, distribuídas em 189 blocos. Cada unidade tem dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso de cerâmica nos ambientes. O valor médio de cada moradia é R$ 57 mil, e 45 delas foram adaptadas para portadores de necessidades especiais.

Leia mais notícias em Política

As casas são destinadas às famílias com renda até R$ 1,6 mil. O investimento total foi R$ 85,5 milhões, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (PAR). Camaçari já tem entregues 3,5 mil moradias do programa. Até 2015, serão cerca de 6,8 mil. Em todo o país, o programa já entregou 1,6 milhão de moradias.

Também no discurso, Dilma ressaltou que os programas sociais não serão interrompidos e que o país não passará por políticas de arrocho salarial. "Não vamos cair nas tradicionais políticas de arrocho salarial, não é necessário que o Brasil passe por isso. Tem condições de enfrentar qualquer crise internaiconal. Tem a inflação sob controle", disse a presidente.

Em seguida, acrescentou: "Temos recursos e não vamos interromper nenhum programa social. O dinheiro que este país tem é para ser gasto com a população e será gasto com a população".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas