política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Renan Calheiros tem até quarta-feira pra indicar membros da CPI do Senado Os governistas defendem que a investigação fique restrita aos senadores e cobram da oposição o cumprimento da decisão judicial que determina a instalação da CPI do Senado

Agência Brasil

Publicação: 08/05/2014 19:35 Atualização:

[FOTO1]O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), terá até o fim da próxima quarta-feira (14/5) para indicar os três membros que faltam para completar a comissão parlamentar de inquérito que investigará denúncias de corrupção na Petrobras. A indicação deveria ter sido feita pela oposição até o fim da sessão desta quinta-feira (8/5), mas os líderes oposicionistas abriram mão de fazê-la para priorizar a mesma investigação em uma comissão mista, que também deve contar com a participação de deputados.

“É natural que se faça a CPI maior, mais representativa, que envolve o conjunto do Congresso, em vez de fazer duas CPIs – uma do conjunto e outra só do Senado. Isso seria um desperdício de tempo, desperdício de energia e uma coisa, francamente, ridícula”, disse o líder do PSDB, Aloysio Nunes Ferreira (SP).

A intenção dos oposicionistas é adiar ao máximo a instalação da CPI da Petrobras no Senado para dar tempo da comissão mista ser instalada antes. Embora tenham apresentado primeiro o requerimento de criação da comissão no Senado, onde conseguiram reunir mais rapidamente as assinaturas, desde o princípio, os líderes da oposição anunciaram que preferiam o grupo mais amplo.

Os governistas defendem que a investigação fique restrita aos senadores e cobram da oposição o cumprimento da decisão judicial que determina a instalação da CPI do Senado. Para tanto, pedem que oposicionistas indiquem os nomes que devem acompanhar as investigações.

“Se a oposição quisesse de fato fazer uma investigação política, já teria dado os nomes para a CPI do Senado, nós já teríamos feito a primeira reunião, já teríamos um calendário de convocação e um cronograma de depoimentos, e nós não temos”, alegou a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Leia mais notícias em Política

A base do governo quer instalar logo a CPI do Senado porque considera que ela prevalecerá sobre a CPMI, caso seja cronologicamente anterior.

Ontem, o presidente Renan Calheiros, que também preside o Congresso Nacional, convocou os líderes partidários das duas Casas a fazerem as indicações dos nomes que irão compor a CPMI. O prazo para a composição também se encerra na próxima quarta-feira. Caso não seja cumprido, um novo prazo começará a contar para que Renan faça as indicações que estiverem faltado, assim como está ocorrendo no Senado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas