política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Parlamentares apreciam 14 vetos presidenciais nesta terça em sessão Entre os itens a serem analisados estão seis projetos que foram integralmente vetados pela presidente Dilma Rousseff

Agência Brasil

Publicação: 19/05/2014 20:04 Atualização:

Deputados e senadores se reúnem nesta terça-feira (20/5), em sessão do Congresso Nacional, para apreciar 14 vetos presidenciais, em obediência a decreto legislativo que determina que os vetos presidenciais sejam analisados sempre na terceira terça-feira de cada mês.

Entre os itens a serem analisados estão seis projetos que foram integralmente vetados pela presidente Dilma Rousseff. Um deles é o que tratava da criação, fusão e emancipação de municípios, considerado temerário pela presidenta, porque poderia aumentar excessivamente o número de municípios no país e promover uma pulverização dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Após muita negociação entre o governo e os parlamentares, que ameaçavam derrubar o veto, um novo projeto foi apresentado pelo mesmo autor do anterior, senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), corrigindo as falhas do primeiro. O texto já foi aprovado pelo Senado e aguarda apreciação da Câmara. Com isso, é provável que os vetos ao primeiro projeto sejam mantidos na sessão de amanhã.

Leia mais notícias em Política

Também estarão em análise os vetos parciais ao projeto da minirreforma eleitoral. Um deles, retirou do texto o trecho que proibia a divulgação de candidatos em bens e imóveis particulares. O governo considerou que o artigo limitava os direitos dos cidadãos de se manifestarem a favor de seus candidatos.

A sessão do Congresso também deverá ser utilizada para debates a respeito da criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras. Amanhã se encerra o prazo para os líderes partidários indicarem seus representantes para compor a comissão. É provável que o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), leia os nomes na sessão. Se algum partido não tiver concluído as indicações, o presidente terá prazo de três sessões para escolher os representantes que faltam.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas