política
  • (9) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Brasília e mais 6 capitais vão colocar Exército nas ruas durante o Mundial Brasília, São Paulo, Rio, Cuiabá, Curitiba e Natal já aceitaram a proposta do governo federal de que militares atuem na segurança do evento. Anistia Internacional pede respeito ao direito de manifestação

Diego Abreu

Andre Shalders - Correio Braziliense

Publicação: 05/06/2014 06:04 Atualização: 05/06/2014 08:13

Manifestantes durante protesto de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) na cidade de São Paulo (SP), nessa quarta-feira (4/6)  (Alice Vergueiro/Folhapress)
Manifestantes durante protesto de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) na cidade de São Paulo (SP), nessa quarta-feira (4/6)


Mais da metade das 12 cidades sedes da Copa do Mundo contarão com o reforço de tropas militares durante o torneio internacional. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, enfatizou ontem que os governadores da maioria dos estados que receberão partidas aceitaram a oferta do governo federal de envio de um contingente adicional das Forças Armadas para auxiliar as polícias na segurança do evento.

Homens do Exército, no entanto, não atuarão diretamente nas manifestações, mas terão um papel “dissuasório” em relação a eventuais protestos, pois estarão espalhados por pontos estratégicos das cidades sedes. Já a Anistia Internacional preparou um relatório, que será entregue hoje no Palácio do Planalto, em que cobra o respeito à liberdade de expressão e de manifestação durante a Copa.

Leia mais notícias em Política

Cardozo alertou, em entrevista, que as pessoas têm liberdade para se manifestar, mas frisou que os abusos por parte de manifestantes que se aproveitam dos protestos “para praticar ilícitos” serão coibidos, assim como os excessos de autoridades que se excederem. “Estamos recebendo as respostas dos governadores. Até o momento, parece claro que a maioria dos governadores está aceitando, sim, a oferta de termos um contingente adicional das Forças Armadas auxiliando as polícias. São Paulo e Rio já aceitaram. Acredito que a grande maioria dos governadores deve aceitar”, afirmou o ministro da Justiça.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (9) comentários

Autor: Horst Mohn
Respeito aos manifestantes, sim, desde que eles também respeitem opiniões e atitudes contrárias, monumentos históricos e culturais, meios de transporte, sobretudo o coletivo, e as instituições públicas e privadas. Vandalismo não leva a lugar nenhum. | Denuncie |

Autor: henrique gomes
O brasiliense que não se comportar como entende a polícia, vai tomar porrada e será pisoteado pela cavalaria da PM, como aconteceu alguns anos atras com estudantes ao ponto de um coronel covarde bater numa jovem chegando a jogá-lo no chão. A PORRADA SERÁ PADRÃO FIFA! | Denuncie |

Autor: Diniz DINIZ
O circo vai pegar fogo! Não seremos os palhaços! | Denuncie |

Autor: Joaquim Souza
Olá assalariados como eu. Contra o povo exército nas ruas, contra a corrupção dos petralhas mensaleiros, soltura. Na minha opinião a presidente petralha e seus cupinchas compraram os militares com caças, mísseis, equipamentos de última geração e, com certeza, ótimos salários para o alto escalão. | Denuncie |

Autor: Marcus Borges
É parece que muita gente não quer o Brasil sem bandidagem.Não precisa ser muito inteligente para resolver certos problemas.Basta ter vontade. | Denuncie |

Autor: Marcus Borges
Parabéns! Por que não usar as forças armadas que pouco ou nada faz no país para limpar as cidades do Rio de Janeiro e São paulo que estão nas mãos de criminosos.Depois da faxina a polícia cuida com ajuda da comunidade. | Denuncie |

Autor: augusto lima
O exército, deveria aproveitar a deixa, e pular fora. Não fiquem defendendo quem se apodera do país, O exército tem que defender é o povo contra esses que estão no poder, fazendo de tudo para prejudicar a população. O exército tem que deixar de ser boneco de olinda. | Denuncie |

Autor: Fabio sousa
Este Brasil e uma pouca vergonha, Deveria colocar as forças armadas todos os dias na ruas, Mas tem q fazer bonito na copa para Gringos ver. | Denuncie |

Autor: Francisco das Chagas Nunes
Isso é apenas um ensaio, para que todos nós vejamos como será na Ditadura Petista do Proletariado. Sem direito à manifestação, à greve, à saúde, à educação, a transporte e à previdência social justa. Sem direito a um Judiciário Independente, mas com direito a pão e circo. FORA PT. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas