política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Por mais tempo na TV e alianças, Aécio acerta apoio de dissidentes O presidenciável tucano acertou o apoio de quatro legendas consideradas nanicas: PMN, PTC, PTdoB e PTN

Paulo de Tarso Lyra - Correio Braziliense

Publicação: 05/06/2014 09:02 Atualização: 05/06/2014 09:18

Aécio, durante a solenidade em que o PMN acertou o apoio ao PSDB: 'Caminhada pela ética e pela eficiência' (Bruno Peres/CB/D.A Press)
Aécio, durante a solenidade em que o PMN acertou o apoio ao PSDB: "Caminhada pela ética e pela eficiência"


Em busca de ampliar o tempo de televisão e o arco de alianças políticas na corrida ao Palácio do Planalto, o pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG), estará hoje no Rio de Janeiro oficializando o apoio dos diretórios fluminenses do PMDB, PSD, PP e, possivelmente, o PTB — legendas que, no plano nacional, apoiarão a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Ontem, o presidenciável tucano acertou o apoio de quatro legendas consideradas nanicas: PMN, PTC, PTdoB e PTN. “Estou imensamente feliz de poder receber aqui o apoio de alguns outros partidos que se somam a nós nesta caminhada para restabelecer a ética e a eficiência na gestão pública”, afirmou.

O racha do PMDB fluminense é comandado pelo presidente estadual do partido, Jorge Piciani, insatisfeito com o fato de o PT lançar o senador Lindbergh Farias como candidato ao Palácio das Laranjeiras, embora o ex-governador Sérgio Cabral, o pré-candidato peemedebista Luiz Fernando Pezão e o prefeito da capital, Eduardo Paes, tenham estado na semana passada em Brasília em um jantar oferecido pelo vice-presidente, Michel Temer, à presidente Dilma Rousseff.

Leia mais notícias em Política

No caso do PP, existe uma relação de parentesco envolvida. O senador Francisco Dornelles é primo de Aécio e, em 2010, chegou a ser cotado como vice na chapa caso tivesse sido o mineiro, e não o ex-governador José Serra, o candidato tucano ao Planalto. E o PSD é presidido por Índio da Costa — candidato a vice de Serra em 2010. Aécio ainda tenta costurar uma aliança com Gilberto Kassab em São Paulo, mas as negociações andam a passos lentos.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas