política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma destaca protagonismo do PMDB e diz que precisa do partido Além de classificar o PMDB como protagonista nas suas políticas, a presidenta ressaltou que precisa do partido para 'fazer a melhor campanha' e 'governar com mais intensidade para o país'

Agência Brasil

Publicação: 10/06/2014 19:39 Atualização:

Ao ser recebida pelos convencionais do PMDB, partido que aprovou nesta tarde (10/6) a reedição da aliança nacional com o PT nas eleições de outubro, a presidenta Dilma Rousseff agradeceu a parceria e disse que as dificuldades de seu governo foram superadas com o apoio dos peemedebistas.

Além de classificar o PMDB como protagonista nas suas políticas, a presidenta ressaltou que precisa do partido para “fazer a melhor campanha” e “governar com mais intensidade para o país”.

Durante convenção nacional, os delegados do partido aprovaram, por maioria, que o vice-presidente Michel Temer seja candidato à Vice-Presidência na chapa com o PT. A convenção nacional do PT, que deve confirmar a escolha de Dilma como candidata à reeleição, será no próximo dia 21, em Brasília.

Antes de destacar o nome de governadores, senadores e deputados peemedebistas, a presidenta elogiou o papel de Temer como vice-presidente, por sua “lealdade, competência e camaradagem” e por ser um “articulador do consenso”. “Eu faço questão de ressaltar que muito do que meu governo alcançou deve-se a essa parceria que tivemos. E o papel do Temer nesse processo foi inestimáve: ele articulou consensos em todas as circunstancias. Eu acredito que ele sabe aproximar pessoas, unir, desarmar os espíritos. E ele ajudou muito na luta.”

Leia mais notícias em Política

Para Dilma, que citou algumas iniciativas do governo conduzidas e aprovadas com o apoio do PMDB, o partido será capaz, junto com o PT e outros partidos da base aliada, de apresentar outros programas ao país. “Conto seriamente com vocês para que tenhamos capacidade de ter projetos para todos os setores sociais: para o agronegócio, a agricultura familiar, a indústria, o setor de serviços, a aquicultura e a pesca”, enfatizou.

Segundo a presidenta, será possível avançar na melhoria da qualidade da educação, já que acabar com a pobreza e melhorar vida da população é só o começo. “Nós podemos e vamos fazer muito mais”, disse a presidenta, depois de afirmar que terá, junto com o PMDB, mais quatro anos para acelerar o processo de emancipação, crescimento econômico, distribuição de renda e construção da infraestrutura e da evolução social.

Nesta terça-feira (10), o PDT também oficializou apoio à reeleição da presidenta. Aos correligionários do PMDB, ela voltou a dizer o que tinha dito na convenção do PDT, de que uma das vitórias de seu governo foi o combate ao desemprego, tendo criado quase 5 milhões de empregos formais nos seus anos de mandato.

“Eu preciso do PMDB para, juntos, fazermos a melhor campanha, sobretudo para governar com mais intensidade e melhor. Eu preciso do PMDB, para que sejamos cada vez mais parceiros e irmãos nessa luta que se avizinha. Na nossa união está nossa força”, concluiu Dilma.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas