política
  • (14) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Candidato oficial do PSDB, Aécio Neves defende legado do partido Os vídeos, com a história política de Aécio e, depois, a voz de Ferreira Gullar, com o Adeus a Tancredo, deram o tom da emoção para que o candidato apresentasse um discurso que teve o sentido de colocar o PSDB no protagonismo positivo da história

Denise Rothenburg

Publicação: 15/06/2014 07:29 Atualização: 15/06/2014 07:29

 (Orlando Brito/ObritoNews)


São Paulo — Em seu primeiro discurso como candidato oficial do PSDB a presidente da República, o senador Aécio Neves, inspirado no avô Tancredo Neves, tratou de colocar como fruto do trabalho do próprio partido os avanços que o Brasil obteve nos últimos 30 anos. “Se sempre foi inequívoco o compromisso do PSDB com a democracia e a liberdade, foi a nossa coragem que nos legou o país moderno e promissor que somos hoje”, disse ele, que encerrou prevendo uma “ventania, um tsunami que vai varrer do governo federal aqueles que lá não têm se mostrado dignos e capazes de atender as demandas da população brasileira”.

As palavras do senador tucano foram proferidas num dos maiores centros de convenções de São Paulo, o Center Norte, muitas vezes evitado por concentrações políticas por causa do tamanho. É grande demais e sempre parece vazio. Os tucanos, entretanto, ocuparam bem o espaço. O salão foi dividido por um palco, com a parte de trás transformada em sala VIP, onde aos poucos as autoridades iam chegando antes de Aécio subir. Ele entrou às 11h10, acompanhado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para discursar, entretanto, foi conduzido até o púlpito pela filha Gabriela. A mãe, Maria Inês, também estava presente, ao lado de Maria Estela Kubistchek, filha do ex-presidente Juscelino.

Os vídeos, com a história política de Aécio e, depois, a voz de Ferreira Gullar, com o Adeus a Tancredo, deram o tom da emoção para que o candidato apresentasse um discurso que teve o sentido de colocar o PSDB no protagonismo positivo da história recente do país e o governo petista como aquele que deixou os avanços escorrerem como água pelas mãos. “Foi com a nossa coragem que colocamos fim ao ciclo hiperinflancionário que aprisionava o nosso crescimento e roubava o nosso futuro. E atingia especialmente os mais pobres, os que mais precisavam e menos tinham. Com a determinação do presidente Itamar Franco e a liderança inconteste do presidente Fernando Henrique, transformamos a realidade brasileira de forma estrutural e definitiva, com o Plano Real”, disse.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Tags:

Esta matéria tem: (14) comentários

Autor: João carlos da silva
Se eu fosse dono de máquinas de jogos torceria para a vitoria tucana. | Denuncie |

Autor: Antonio Eustaquio Eustaquio
O que esperar de um candidato que ofende a presidenta da sua nação? O que esperar de um candidato que nem foi capaz de governar um estado? No caso Minas Gerais. | Denuncie |

Autor: david farias
que quadrilha! | Denuncie |

Autor: david farias
Dali Dilma! vamos despenar este tucano do mapa. Envergonhou o povo de minas. | Denuncie |

Autor: david farias
KKKKKK!!!! inocente, mala demais. | Denuncie |

Autor: José Ferreira Ferreira
Na época que o PSDB governava, a Policia Federal era proibida de fazer investigações, por isso não tem nenhuma turma do PSDB na cadeia. Outra coisa, quantas Universidades e escolas técnicas o governo do PSDB inaugurou? | Denuncie |

Autor: ANTONIO LIMA
O Brasil precisa voltar a ser parceiro de quem pode, de forma real, nos ser positivos: Alemanha, EUA, Canadá, França etc, e não de Cuba, Venezuela, Bolívia etc. Estou farto de tudo isso. Estou farto de ver meu país andando para trás na educação, saúde e saneamento básico. | Denuncie |

Autor: ANTONIO LIMA
O governo Lula só não levou o Brasil à falência devido ao legado que recebeu do PSDB: controle da inflação, controle nas contas internas, distribuição de renda através do Plano Real, etc. Foi quem criou o Bolsa-Escola, transformado em Bolsa-Eleição. | Denuncie |

Autor: jose manoel mendes
Tem uma turma na cadeia, é do PSDB?. Tem gente mandando dinheiro à rodo para Cuba é do PSDB? Tem gente arrombando com a Petrobras é do PSDB? Isso é pouco ou não é nada. Cuidado vai mais gente pro xilindró, basta que Paulo abra a boca, não é PF?. | Denuncie |

Autor: Bruna Perez
Esse senhor criou a Verba INdenizatória Parlamentar para se eleger Presid. da Câmara Federal em 2001. Isso vingou em todos legislativos do país (Senado,estaduais e municipais) e gera as maiores fraudes e desperdícios de grana pública. Parlamentares gastam gasolina para dar 4 voltas ao mundo, etc. | Denuncie |

Autor: antonio seabra
As benfeitorias feita pelo PSDB, foram governar apenas para elite do brasil e injetar trilhões de reais nos bolso dos banqueiros, pra esses o PSDB governou muito bem; agora para 70% da população eles foram verdadeiros nazistas, nao passam de um bando de demagogos kkkk. | Denuncie |

Autor: antonio seabra
Que legado? das privatizações de nossas estatais, desmanche do serviço público federal,liberação de nosso dinheiro para sustentar os banqueiros e mesmo assim muitos ainda foram a falência, andar de joelhos todo mês com pires na mao pedindo dinheiro ao FMI? entre outros legados do PSDB né? | Denuncie |

Autor: Antônio Alencar
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve a carteira de habilitação apreendida por estar com o documento vencido e por se recusar a fazer o teste do bafômetro numa Operação Lei Seca na Avenida Bartolomeu Mitre, no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Aécio foi parado na blitz na madrugada de 17/04/2001 | Denuncie |

Autor: antonio seabra
Esse fanfarrão acha que o avô dele foi ou fez alguma coisa pelo brasil??? vai dá com os burros nàgua. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas