política
  • (11) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Luís Roberto Barroso é o novo relator das execuções penais do mensalão O ministro participa da sessão amanhã, mas o gabinete adianta que ele não levará nenhuma questão sobre o processo para o plenário

Diego Abreu

Jacqueline Saraiva

Publicação: 17/06/2014 13:44 Atualização: 17/06/2014 20:31

 (Carlos Moura/CB/D.A Press)


O ministro Luís Roberto Barroso foi sorteado, nesta terça-feira (17/6), novo relator das execuções penais da Ação Penal 470, o mensalão. O sorteio foi feito pelo sistema eletrônico do Supremo Tribunal Federal (STF). A partir de agora, caberá a Barroso analisar os pedidos de trabalho externo dos condenados e levar os recursos apresentados pelos sentenciados para julgamento em plenário. Os benefícios foram cassados pelo presidente da Corte, Joaquim Barbosa. A redistribuição da relatoria das 24 execuções penais e da própria AP 470 ocorreu após ele ter anunciado que deixaria a função de relator do caso.

Barroso está nos Estados Unidos, onde participa de um evento da Organização das Nações Unidas (ONU). No entanto, segundo o gabinete do ministro, ele já está voltando para o Brasil. A expectativa é que chegue na manhã desta quarta-feira (18/6). O magistrado participa da sessão de amanhã, mas o gabinete adianta que ele não levará nenhuma questão sobre o mensalão para o plenário, pois ainda precisa se inteirar dos processos. Portanto, nenhum caso irá a julgamento nesta semana, por conta do feriado de Corpus Christi, na quinta-feira (19/6).

Redistribuição do processo

Após Joaquim Barbosa deixar a relatoria do mensalão, coube ao vice-presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, fazer a redistribuição do processo. Nela, Barroso foi sorteado. No começo, o novo relator passará a receber os pedidos dos réus para depois encaminhá-los aos demais integrantes da Corte para julgamento.

Leia mais notícias em Política

Desligamento total do caso

Joaquim Barbosa decidiu nesta terça se afastar da relatoria das execuções penais relativas ao processo do mensalão. Em documento divulgado nesta manhã, o ministro acusa vários advogados de sentenciados da Ação Penal 470 de terem agido politicamente e, por isso, afirma que optou por se afastar do caso. Há duas semanas, Barbosa anunciou que se aposentará do cargo de ministro do Supremo até o fim deste mês de junho. Barbosa era relator do mensalão desde 2005, quando a investigação chegou ao Supremo. Com a prisão dos condenados, o processo se encerrou, e se iniciou a fase da execução penal, o cumprimento das penas.

Esta matéria tem: (11) comentários

Autor: Marcos Almeida
Semana que vem os mensaleiros estarão todos soltos. Barroso foi escolhido a dedo pela Dilma. | Denuncie |

Autor: Tarcísio Silva
Festa no país dos corruptos. Nada mais a dizer! MUDA BRASIL, enquanto é tempo... | Denuncie |

Autor: Domingos Cabral
E agora ministro Barroso ? O outro lado da "moeda" . A sociedade apoia o Min Joaquim Barbosa por ser imparcial e justo . Não apoia corruptos. | Denuncie |

Autor: geraldo santos
Que Deus o ilumine para um julgamento justo e que condenados sejam penalizados de acordo com a lei. | Denuncie |

Autor: augusto lima
Começou a farra. Mas o Brasil não ganhará a copa, e quem sabe, o brasileiro se libertará de vez desses ai... | Denuncie |

Autor: Leonardo Victor
Lendo isso tenho nojo e vergonha do STF agora !!! | Denuncie |

Autor: waldir silva
E os mensaleiros presos por J. Barbosa comemoram!!! Já sabendo dessas falcatruas no STF J. Barbosa resolveu antecipar sua aposentadoria, para não passar por constrangimentos e ver de perto todo o seu esforço caindo por terra. Esse Barroso foi contra a todos os atos de J. Barbosa no mensalão. q pena! | Denuncie |

Autor: paulo nascimento
Senhor Roberto, se o Senhor não sabia, a atitude do Grandioso Juiz Joaquim Barbosa tem respaldo legal. Em outras palavras é prerrogativa de um juiz abrir mão de um processo que ele não o vê devidamente adequado ao momento. | Denuncie |

Autor: Luís Martins
ETA BRASIL... Será que tem jeito. | Denuncie |

Autor: Luís Martins
Vamos comer uma pizza.... | Denuncie |

Autor: Roberto Chaves
E por acaso o juiz pode escolher a causa que vai julgar? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas