política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TCU entrega lista de 6,5 mil funcionários públicos com contas irregulares Cabe agora ao tribunal eleitoral definir quais dessas pessoas estão inelegíveis para as próximas eleições, em outubro

Ana Pompeu

Publicação: 24/06/2014 15:17 Atualização:

Mais de 6,5 mil funcionários ou gestores públicos tiveram as contas consideradas irregulares. O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, entregou a lista dos nomes ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, no início da tarde desta terça-feira (24/6). Cabe agora ao tribunal eleitoral definir quais dessas pessoas estão inelegíveis para as próximas eleições, em outubro.

Leia mais notícias em Política

Entre eles, constam nomes de governadores a vereadores. Os citados ainda podem entrar com recurso e comprovar que estão em situação regular, ou ter o nome retirado por meio de liminar judicial. Caso não haja tempo hábil para julgar os recursos ou analisar cada nome, os mencionados ficam automaticamente inelegíveis.

A elaboração da lista pelo TCU leva em conta se os atos praticados atendem os princípios de legalidade, legitimidade e economicidade nos oito anos anteriores às eleições. O julgamento das contas irregulares é o dispositivo da Lei da Ficha Limpa, de acordo com o TSE, que provoca o maior número de registro de candidaturas negados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas