política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em rede social, Dilma diz que vai entregar taça na final da Copa do Mundo "Vou entregar a taça no domingo, e torço para que seja para o Brasil", disse a presidente

Agência Brasil

Publicação: 07/07/2014 12:33 Atualização:

A presidente disse comentou sobre as críticas de que não teria Copa e disse que 'agora, muita gente boa quer mais Copa' (Carlos Moura/CB/D.A Press)
A presidente disse comentou sobre as críticas de que não teria Copa e disse que "agora, muita gente boa quer mais Copa"

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (7/7), em bate-papo com internautas, que vai entregar a Taça Fifa, no próximo domingo (13/7) à seleção campeã da Copa do Mundo. A partida final será disputada no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 16h.

Sobre o placar, a presidente disse que “na vitória, qualquer placar serve”. Perguntada por um internauta sobre a possibilidade de o Brasil sediar mais uma Copa, já que o Mundial está acabando, Dilma respondeu: “Veja você, Israel [Oliveira], antes falavam que não ia ter Copa. Agora, muita gente boa quer mais Copa. Tudo com gosto de quero mais”.

Sobre o uso dos estádios após a Copa, Dilma respondeu, ao internauta Luís Manuel Araújo, que a infraestrutura do Mundial será usada nas próximas décadas por toda a população. “Por exemplo, os aeroportos, em 2002, 33 milhões de brasileiros usavam aeroportos por ano. Em 2014, em torno de 113 milhões de brasileiros têm renda suficiente para usar o avião como meio de transporte. Por isso, a expansão dos aeroportos foi feita para receber a Copa, mas, sobretudo, para atender a esses milhões de brasileiros que hoje têm renda suficiente para pagar uma passagem de avião porque melhoraram de vida”.

Leia mais notícias em Política


“Os estádios são a mesma coisa. O que nós queremos é que a Copa sirva para ampliar a ida aos estádios devido a valorização do atleta, do futebol e dos clubes. Se o craque permanecer no Brasil, porque tem condições de ficar no Brasil, pode ter certeza, Luís, que os estádios vão estar cheios de torcedores. Além disso, em muitas cidades, como Brasília, por exemplo, eles se tornaram pólos de eventos culturais, de shows e até de casamentos”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas