política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morre, aos 83 anos, o ex-deputado Plínio de Arruda Sampaio do PSOL Ele estava internado há mais de um mês no Sírio Libanês, onde realizava tratamento contra câncer

Vilhena Soares

Luiz Prisco

Publicação: 08/07/2014 16:51 Atualização: 08/07/2014 17:39


Deputados federais Plínio de Arruda Sampaio, Egídio Ferreira Lima e Oscar Corrêa em Brasília, em 1987

 

Morreu, aos 83 anos, nesta terça-feira (8/7) o ex-deputado Plínio Sampaio. Ele foi candidato pelo Partido Socialismo e Liberdade na eleição presidencial de 2010. O político estava internado em um hospital Sírio Libanês, no qual tratava um câncer nos ossos recém-descoberto. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos em decorrência de uma pneumonia.

O presidente nacional do PSOL Luiz Araújo lamenta a morte do companheiro de partido e diz ser uma grande perda para o povo brasileiro. "O Brasil perde uma das figuras mais emblemáticas da política. O partido tem muito orgulho de tê-lo tido em nosso meio. Ela obviamente vai fazer muita falta. O exemplo de vida e coerência dele vai alimentar bastante a postura da nossa candidata à presidência Luciana Genro e de todo o partido nesta campanha", afirma.

O deputado Ivan Valente (PSOL) disse ao Correio ter estranhado a a notícia sobre a morte do colega. "Hoje mesmo vi um informe do Plínio Filho sobre a melhora do estado de saúde. Estava estacionário e havia saído da UTI. Há dez dias havia visitado ele no hospital", fala ainda abalado com o falecimento.

 

Leia mais notícias em Política

 

Plínio de Arruda Sampaio nasceu em São Paulo, no dia 26 de julho de 1930. Ele se formou em direito pela Universidade de São Paulo (USP) e mestrado em Desenvolvimento Econômico Internacional pela Universidade de Cornell, nos Estados Unidos. O paulistano atuou como promotor e deputado federal.

Plínio foi exilado no Chile, quando trabalhou na FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), onde trabalhou como diretor do organismo por 10 anos. Ele também foi professor da Fundação Getúlio Vargas, e fundou o Centro de Estudos de Cultura Contemporânea (Cedec).

 

Sampaio também foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), e presidiu a Associação Brasileira de Reforma Agrária (ABRA). Em 2010 foi candidato à Presidência da República pelo PSOL, (Partido Socialismo e Liberdade). Durante a campanha ganhou destaque no uso das redes sociais, e por conta do seu desempenho em debates presidenciais.
 

Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Denisar belvedere
Deixou de herança para os brasileiros essa tragédia de partido político que vai transformar o Brasil numa imensa Cuba. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas