política
  • (9) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

CNV estuda convocar militares à força para prestarem depoimento Desde que foi instituído, em maio de 2012, o colegiado jamais usou da prerrogativa da condução coercitiva

Étore Medeiros

Publicação: 22/07/2014 06:03 Atualização: 22/07/2014 08:51

O ex-soldado Gersi (de branco) presta depoimento sobre a Operação Sucuri (CNV/Divulgação)
O ex-soldado Gersi (de branco) presta depoimento sobre a Operação Sucuri


A Comissão Nacional da Verdade (CNV) fez ontem os últimos preparativos para levar militares “à força” para prestarem depoimento. Desde que foi instituído, em maio de 2012, o colegiado jamais usou da prerrogativa da condução coercitiva, prevista na Lei n° 12.528/2011, que criou o grupo. Com a proximidade do encerramento dos trabalhos, em 16 de dezembro, o recurso finalmente poderá ser utilizado. Para isso, integrantes da comissão se reuniram com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e com o diretor da Polícia Federal (PF), Leandro Daiello, para acertar detalhes do procedimento. A discussão sobre o uso da condução coercitiva se dá na semana em que a CNV inicia, em Brasília, um esforço concentrado para ouvir 41 militares da reserva.

“Viemos aqui de maneira preventiva para dialogar com o ministro e com o diretor da PF sobre esse procedimento”, comentou o coordenador da CNV, Pedro Dallari. Segundo ele, “ao fim da semana que vem, faremos um balanço e, com base nele, vamos pedir à Polícia Federal a condução coercitiva daqueles que se negarem a comparecer nos termos da convocação. No entanto, quero manifestar a minha convicção de que isso não será necessário”, explicou.

Leia mais notícias em Política

Questionado sobre atestados médicos, recurso constantemente empregado por parte de militares que faltam às oitivas, Dallari disse que os integrantes da comissão são “razoáveis para compreender que são pessoas idosas”, mas que, nos casos em que for detectado “um processo claro de tentativa de frustrar” os trabalhos do colegiado, a condução coercitiva poderá ser instaurada.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (9) comentários

Autor: andre mitchell
Besteira, basta comparecer e falar o seguinte "nada tenho a declarar"e pronto a Constituicao eh bem clara que ninguém precisa produzir provas contra si e ponto final | Denuncie |

Autor: Celso Melo
Agora sim. Passou dos limites. Se a esquerda não precisa se explicar, pq os militares precisam? Quero ver se o Brasil vai ter comandante com "aquilo roxo" p defender os que defenderam o Brasil no passado, ou se vão abaixar a cabeça. Coloca os 47 alojados em um batalhão e manda a PF buscar eles. | Denuncie |

Autor: Antonia Maria Silva
A verdade de quem? E para quê? Qual a finalidade e o resultado positivo para o povo brasileiro? Façam uma pesquisa e descobrirão que a busca desta verdade em nada contribui para melhorar a vida de um povo tão sofrido. Mais uma falácia e um engodo caro ao cidadão brasileiro. Santa paciência!!!! | Denuncie |

Autor: cleverson jose de souza souza
Ainda sobre o JK, o Motorista disse em entrevista ao correio, que o veículo que ele conduzia não teve um arranhão sequer. Mataram JK! Brasileiros que não conhecem a história da ditadura, mataram JK! | Denuncie |

Autor: cleverson jose de souza souza
É isso aí, esses caras tem que pagar pelos crimes que cometeram. Li entrevista do motorista que supostamente teria fechado o carro de JK, sendo absolvido pelo Juiz em BH, o mesmo disse que levaram uma mala com dinheiro para ele assumir o crime, mas ele não quis. Mora num asilo, perdeu a familia,etc.. | Denuncie |

Autor: Rogerio sousa
Comissão Nacional da Vingança agindo pior que a Ditadura | Denuncie |

Autor: Jl Madeira
Há outra solução: os militares voltarem ao poder para acabar com a ditadura do PT. | Denuncie |

Autor: Cristian Deudegant
A verdade todo mundo já sabe. Essa Comissão da Verdade não trará nenhum benefício em concreto ao povo Brasileiro, só prejuízo já que dinheiro vai pelo ralo. 40 anos depois não há mais nada a se reparar... | Denuncie |

Autor: estevao melo
E daí? Conduz à força, mas se o cara não quiser falar nada, não fala. Gasto de recursos à toa. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas