política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ELEIÇÕES » São Paulo e Pernambuco têm indicativo de vitória no primeiro turno Em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, o cenário é de empate técnico. Dados são do Ibope

Redação - Correio Braziliense

Publicação: 30/07/2014 20:45 Atualização: 30/07/2014 21:55

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) divulgou hoje uma nova rodada de pesquisas de intenção de votos para governador. No maior colégio eleitoral do país, São Paulo, o levantamento aponta para a reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB) no primeiro turno, já que os 50% alcançados por ele representam mais votos do que a soma de todos os concorrentes. O mesmo ocorre em Pernambuco, onde Armando Monteiro (PTB) tem 44%. No Rio de Janeiro e em Minas Gerais, cenário ainda é de indefinição.

O Ibope ouviu os eleitores entre os dias 26 e 28 de julho. O levantamento tem nível de confiança de 95% e margem de erro de três pontos percentuais (3%) para mais ou para menos. Os levantamentos foram encomendados pela TV Globo.

São Paulo

Muito distantes de Alckmin, correm por fora rumo ao Palácio dos Bandeirantes o peemedebista Paulo Skaf (11%), presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), e o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, do PT (5%).

Com modestos 1%, completam a lista Gilberto Maringoni (PSol), Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS), Raimundo Sena (PCO) e Wagner Farias (PCB). O candidato Walter Ciglioni, do PRTB, não pontuou. Somados, brancos e nulos representam 15% dos votos, e os eleitores que declararam não saber em quem votarão atingiram 14%.

O candidato com maior rejeição dos eleitores é Padilha (19%), seguido por Alckmin (18%), Skaf (13%), Natalini (7%) e Sena (7%). Benko, Maringoni e Ciglioni têm 6% e Farias 5%. O Ibope ouviu 1.512 eleitores em 78 cidades de São Paulo.

Rio de Janeiro

A corrida eleitoral segue indefinida no Rio de Janeiro. Apesar de liderar com 21% das intenções de voto, Anthony Garotinho (PR) está tecnicamente empatado com Marcelo Crivella (PRB), que tem 16%, e com o atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), com 15%. Com a margem de erro de 3%, os três concorrentes estão no mesmo patamar.

Na sequência, aparece o ex-senador Lindberg Farias (PT) com 11%, seguido por Dayse Oliveira (PSTU), que tem 2%. Os candidatos Ney Nunes (PCB) e Tarcísio Motta (PSOL) somaram apenas 1%. Os eleitores que declararam votar branco ou nulo atingiram 21%, e outros 12% não responderam ou não sabem em quem vão votar.

O ex-governador Garotinho tem a mais alta taxa de rejeição junto ao eleitorado (44%). Em segundo lugar, empatados tecnicamente, estão Farias (17%), Pezão (17%) e Crivella (15%). O Ibope ouviu 1.204 eleitores cariocas.

Minas Gerais

A disputa na corrida ao Palácio da Liberdade também está acirrada. Fernando Pimentel (PT) lidera as intenções de voto, com 25%, seguido de perto por Pimenta da Veiga (PSDB), que tem 21%. A pesquisa do Ibope tem margem de erro de 3%, para mais ou para menos, o que indica um empate técnico entre os dois candidatos.

Completam a preferência dos eleitores Tarcísio Delgado (PSB), com 3%, André Alves (PHS), com 2%, e Eduardo Ferreira (PSDC), que também registrou 2%. Em último lugar, empatados com 1%, estão Cleide Donária (PCO), Fidélis (PSol) e Professor Túlio Lopes (PCB). Os votos brancos e nulos somaram 13%, e outros 31% dos entrevistados declararam que ainda não sabem em quem vão votar.

O nome de Pimentel foi o mais rejeitado pelos eleitores (12%), que também declararam não votar de jeito nenhum em Pimenta da Veiga (10%), Cleide Donária (9%), Fidélis (9%) e André Alves (8%). A julgar pela margem de erro da pesquisa, a rejeição aos quatro candidatos está tecnicamente empatada.

Também foram rejeitados pelos eleitores Tarcísio Delgado (7%), Eduardo Ferreira (6%) e Professor Túlio Lopes (6%). Os eleitores que declararam não rejeitar nenhum candidato representam 30% da amostra, e outros 34% não souberam responder. Foram ouvidos 1.512 eleitores mineiros.

Pernambuco

O ex-senador Armando Monteiro (PTB) lidera com 43% as intenções de voto para governador, contra apenas 11% do segundo colocado, Paulo Câmara (PSB). Se a votação fosse hoje, Monteiro estaria eleito no primeiro turno. Um alento para o peesebista, no entanto, é o alto número de eleitores indecisos (22%). Também foram citados na pesquisa Zé Gomes (PSol), com 2%, e, empatados com 1%, Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO). Brancos e nulos, juntos, representaram 19% dos votos.

Monteiro apresentou também a menor rejeição ante o eleitorado (14%), seguido por Anacleto (19%), Paulo Câmara (20%), Jair Pedro (21%), Zé Gomes (24%) e Pantaleão (26%). Outros 15% dos eleitores que declararam não rejeitar nenhum dos candidatos, e 35% não souberam ou não responderam à pesquisa. O Ibope ouviu 1.204 eleitores em 57 cidades de Pernambuco.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas