política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tribunal de Contas da União vai rever acórdão que isenta Graça Foster Presidente da Petrobras poderá ser incluída em texto que responsabiliza antiga diretoria por compra de Pasadena

Publicação: 31/07/2014 06:02 Atualização: 31/07/2014 10:23

A presidente da Petrobras, Graça Foster, poderá ser incluída no acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) que responsabiliza a antiga diretoria pelo prejuízo na compra da Refinaria de Pasadena.

Um ex-diretor chegou a ser acusado por atos praticados após a saída dele, e a Corte estuda rever o documento, o que abre brecha para a inclusão de Graça.

Nessa quarta-feira (30/7), José Orlando de Azevedo, ex-presidente da Petrobras América e primo de José Gabrielli, negou, em depoimento na CPMI da Petrobras, qualquer participação no litígio da compra de Pasadena.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas