política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

CRISE A JATO » Assessor de Argôlo nega ter recebido depósito de esquema do doleiro Youssef Vanilton Bezerra depôs ao Conselho de Ética e disse não ter recebido R$ 120 mil do esquema investigado pela Operação Lava-Jato

Naira Trindade

Publicação: 05/08/2014 16:43 Atualização: 05/08/2014 16:47

Em depoimento na tarde desta terça-feira (5) no Conselho de Ética da Câmara, o chefe de gabinete do deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA), Vanilton Bezerra, voltou a negar ter recebido depósito de R$ 120 mil em sua conta bancária provenientes do esquema comandado pelo doleiro Alberto Youssef na Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

"Nunca foi feito depósito", respondeu ao relator Marcos Rogério (PDT-RO), que indagou, então, de onde havia surgido a informação. O chefe de gabinete atribuiu a "informação à revista Veja, que sabe mais que todo mundo". Segundo a revista, a informação conta no inquérito de investigação Bezerra admitiu abrir seu sigilo bancário no período da acusação para que o Conselho de Ética averigue se realmente houve o depósito. Para Marcos Rogério, a iniciativa da testemunha ajuda a investigação.

Rogério também dispensou as testemunhas arroladas pelo relator esperadas prestar depoimento: o proprietário do laboratório Labogen, Leonardo Meireles; e o comerciante de gado Júlio Gonçalves de Lima Filho. Advogado de Luiz Argôlo, Aluísio Corrêa Régis, reclamou que não teve acesso ao processo e pediu para se pronunciar num momento posterior, quando conseguir analisar o inquérito.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas