política
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ELEIÇOES » Aécio Neves promete dar mais poderes ao Ministério da Agricultura Criação de superministério é plano de tucano para atender às demandas do setor, como infraestrutura e competitividade. O presidenciável também acena com mudanças na posição sobre conflitos agrários

Andre Shalders - Correio Braziliense

Paulo de Tarso Lyra - Correio Braziliense

Publicação: 06/08/2014 10:55 Atualização: 06/08/2014 11:59

Aécio: 'Precisamos recuperar a segurança jurídica no campo com clareza e coragem. O governo não pode ficar omisso aos conflitos que existem' (Ed Alves / CB / D.A. Press)
Aécio: "Precisamos recuperar a segurança jurídica no campo com clareza e coragem. O governo não pode ficar omisso aos conflitos que existem"

Ao receber a palavra durante sabatina na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), na manhã desta quarta-feira, o candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) afirmou que, se eleito, vai criar um "superministério da Agricultura". Para ele, a pasta tem que ser independente do Ministério da Fazenda e do Banco do Brasil.

Além disso, Aécio defendeu uma mudança na política de reforma agrária e demarcação de terras indígenas. "Precisamos recuperar a segurança jurídica no campo com clareza e coragem. O governo não pode ficar omisso aos conflitos que existem", disse. Ele mantém a posição em relação aos conflitos em terras indígenas. "A Funai terá peso, mas não será a única voz nesse processo de demarcação", completou.

O presidenciável também aproveitou para tratar de uma das demandas do setor: a competitividade no exterior. "Comércio exterior tem que ser pragmatismo, e não ideologia. É impossível avançarmos na logística quando o ministro dos Transportes e o presidente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) são substituídos em troca de mais 30 segundos de tempo de TV", provocou, citando a saída de Jorge Fraxe do órgão no mês passado e a troca de César Borges por Paulo Sérgio Passos em junho.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Marcio Oliver
Que pena que a classe média brasileira é tão facilmente engabelada pelas mentiras da mídia empresarial e pelo discurso neoliberal, o discurso dos ricos. | Denuncie |

Autor: Marcio Oliver
Ou seja, dar mais poder para o latifúndio, e os índios, os pequenos agricultores e a natureza que se danem. As grandes propriedades são responsáveis diretas pela desigualdade de renda no Brasil e pela concentração criminosa da terra, ocasionando inchaço nas cidades e super periferias. | Denuncie |

Autor: Alan Cavalcante
Até que enfim o PSDB está tomando coragem pra fazer uma oposição com um mínimo de dignidade e coerência. Pq até o momento o que vimos foi a omissão completa da oposição durante todo os desmandos do PT. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas