política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aécio diz que "farsa" na CPI motivou continuidade no mandato de senador O presidenciável do PSDB confirmou hoje que permanecerá no Senado durante a campanha para reforçar a oposição

Étore Medeiros

Publicação: 06/08/2014 18:49 Atualização: 06/08/2014 19:18


 (Iano Andrade/CB/D.A Press)


Após conversar com aliados no Congresso Nacional, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves (MG), confirmou, na tarde desta quarta-feira (6/8), que não vai pedir licença do mandato de senador durante a campanha eleitoral. %u201CEu optei por não me licenciar do cargo de senador. Abrirei mão dos salários deste período eleitoral, mas me manterei como senador", explicou.



O tucano revelou que a principal razão para não deixar a atividade legislativa é a revelação de uma "grande farsa" na CPI da Petrobras no Senado. "Nós vivemos mais uma tentativa de aviltamento do Congresso Nacional com algo que se caracterizou como uma grande farsa, onde algo extremamente sério, que é uma CPI, foi transformada em uma grande encenação, com perguntas e respostas combinadas."

Pesou na decisão do tucano o número reduzido de senadores de oposição ao governo federal. "Não somos muitos os senadores da oposição nessa Casa. Portanto, achamos mais adequado que fiquemos aqui até para que possamos acompanhar os desdobramentos destas denúncias e de outras questões que possam surgir."
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas