política
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Com aprovação de MP, Câmara encerra o "esforço concentrado" de agosto Três outras medidas provisórias não apreciadas esta semana perderão a eficácia: a que trata da prorrogação do mandato do diretor do Operador Nacional do Sistema Elétrico; do reajuste da tabela do Imposto de Renda para 2015; e do auxílio adicional para atingidos pela seca

Naira Trindade

Publicação: 06/08/2014 19:32 Atualização: 06/08/2014 19:38

Os deputados encerraram nesta quarta-feira (6) o esforço concentrado com a aprovação da medida provisória que aumenta os percentuais de biodiesel e etanol misturados ao óleo diesel e à gasolina. A apreciação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que deveria ter sido aprovada no mês passado, e do polêmico decreto dos conselhos populares vão ficar para setembro.

No próximo esforço concentrado, os parlamentares terão de analisar também o pedido de cassação do deputado federal André Vargas (sem partido-PR). Na madrugada de terça-feira, o relator Júlio Delgado (PSB-MG) votou pela perda de mandato de Vargas pelo envolvimento com o doleiro preso na Operação Lava-Jato pela Polícia Federal Alberto Youssef. Quatro deputados pediram vista do processo, que pode ir a plenário em setembro.

Três medidas provisórias não apreciadas esta semana perderão a eficácia: a que trata da prorrogação do mandato do diretor do Operador Nacional do Sistema Elétrico; do reajuste da tabela do Imposto de Renda para 2015; e do auxílio adicional para atingidos pela seca. Já a que flexibiliza o horário da A voz do Brasil foi reagendada para setembro. A proposta autoriza emissoras de rádio a transmitirem o programa entre as 19h e as 22h, mantendo a regra instituída para a Copa do Mundo.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: ERASMO FERNANDES
Eu gostaria de ver a imprensa falada escrita defender os nossos interesses de cidadãos, já que os nossos representantes não o fazem. Divulguem mais e cobrem mais dos politicos uma posição a respeito da criação dos conselhos criados pela Presidente, que não fique no esquecimeto. | Denuncie |

Autor: ERASMO FERNANDES
E a derrubada dos conselhos criados por decreto pela Presidente, não está em pauta, será que vamos ter que engolir esse instrumento que afronta a nossa Democracia? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas