política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aécio diz que vai combater tráfico de drogas com controle das fronteiras O tucano visitou um centro de tratamento de dependentes químicos, acompanhado do governador de São Paulo e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin, em Botucatu, no interior paulista.

Correio Braziliense

Publicação: 08/08/2014 18:22 Atualização: 08/08/2014 18:30

O candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), disse hoje (8) que, se eleito, pretende combater o tráfico de drogas, com reforço do controle das fronteiras.

Marcos Fernandes / Coligação Muda Brasil (Aécio visitou, nesta sexta-feira (8/8), o Centro de Referência de Dependentes Químicos de Botucatu (SP), acompanhado do governador e candidato à reeleição Geraldo Alckmin. Em seguida, os candidatos participaram de caminhada pelo centro da cidade)
Marcos Fernandes / Coligação Muda Brasil

"O aumento do tráfico e do consumo de drogas no Brasil é uma das maiores tragédias do nosso tempo. Tragédias que vêm acabando com a vida de inúmeras, milhares de famílias do Brasil inteiro, e a questão das drogas tem que ser tratada em duas vertentes. A primeira, o tráfico com controle das nossas fronteiras, com polícia, com inteligência, com tudo que não vem acontecendo até aqui. E a segunda vertente, é a da dimensão da vida", disse.

Leia mais sobre Política


O tucano visitou um centro de tratamento de dependentes químicos, acompanhado do governador de São Paulo e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin, em Botucatu, no interior paulista.

O candidato também disse que, se eleito, vai investir em parcerias com os estados para garantir a segurança pública. "Não há nenhuma parte do mundo em que o governo federal não tenha uma parcela de responsabilidade em relação à criminalidade. O [combate ao] tráfico de drogas, de armas e controle das fronteiras são responsabilidades da União. O que o governo vem fazendo é a terceirização de responsabilidades. No nosso governo, vai haver uma política nacional de segurança pública. Nós vamos investir no controle das nossas fronteiras, o que o atual governo não fez. Vamos fazer parceria com os estados sem contingenciamento dos recursos de segurança pública que vem acontecendo no Brasil", disse o candidato.

Projeto modelo


Durante visita à clínica, que atende 52 dependentes de álcool e drogas ilícitas, Aécio elogiou o projeto do governo paulista e conversou com pacientes. ”Nosso governo vai ter também um projeto claro, de ampliação desses centros de reabilitação que já fazíamos em Minas Gerais, por todo Brasil,” disse o tucano. Depois, Aécio Neves e Geraldo Alckmin, acompanhados do prefeito da cidade João Cury (PSDB), percorreram o centro comercial da cidade.

Aécio Neves rebateu as críticas da presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, sobre os discursos pessimistas em relação à economia do país. "É bom que fique claro que o pessimismo não é em relação ao Brasil. O Brasil está aí com todas as condições de retomar um ciclo virtuoso, um crescimento sustentável por longo tempo. O pessimismo é em relação ao governo. A este governo que fracassou na condução da economia, na gestão do Estado e fracassou também na melhoria dos nossos indicadores sociais", argumentou o tucano.

Com Agência Brasil

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas