política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aécio investe em campanha no Nordeste para se tornar mais conhecido Tucano promete investimentos voltados para a região nas áreas de educação, saúde, infraestrutura e segurança pública

Isabella Souto

Publicação: 13/08/2014 08:16 Atualização:

Aécio remeteu suas propostas à gestão do mineiro Juscelino Kubitschek, que, segundo ele, percebeu o %u201Cextraordinário potencial de desenvolvimento%u201D do Nordeste (Orlando Brito/ObritoNews)
Aécio remeteu suas propostas à gestão do mineiro Juscelino Kubitschek, que, segundo ele, percebeu o %u201Cextraordinário potencial de desenvolvimento%u201D do Nordeste


Na tentativa buscar números mais favoráveis e de se tornar mais conhecido no Nordeste, o senador e candidato a presidente da República Aécio Neves (PSDB) iniciou ontem, por Imperatriz, no Maranhão, uma série de viagens pela região. E lá prometeu um “pacto de solidariedade permanente” em prol de mais infraestrutura, um “grande” salto na qualidade da educação e da saúde e investimentos em segurança pública. O tucano remeteu suas propostas à gestão do mineiro Juscelino Kubitschek, que, segundo ele, percebeu o “extraordinário potencial de desenvolvimento” do Nordeste.

“Sessenta anos se passaram e estou aqui para dizer que esta será uma região prioritária no nosso governo”, afirmou Aécio, que à tarde participou de carreata e inaugurou um comitê em Imperatriz, e, à noite, promoveu ato político em Teresina, no Piauí. O tucano criticou a falta de uma política nacional de segurança e afirmou que, a partir da visita aos estados nordestinos, está propondo a transformação do Ministério da Justiça — ao qual está hoje vinculado o setor de segurança — em da Segurança Pública e Justiça, sem o contingenciamento de recursos para o combate à criminalidade.

Leia mais notícias em Política

No Dia Internacional da Juventude, lembrou que 56 mil jovens foram assassinados em 2013, a maioria deles negros. “Segurança pública será uma prioridade absoluta do nosso governo e aqui na Região Nordeste, estamos assistindo, infelizmente, um crescimento avassalador desses índices em razão do governo federal não cuidar das nossas fronteiras e não atuar na repressão do tráfico de drogas, do tráfico de armas, matrizes para muitas dessas mortes”, completou o candidato tucano.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas