política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TRAGÉDIA » "Conversamos ontem sobre planos e sonhos", diz dom Orani sobre Campos Um dos últimos compromissos de campanha de Eduardo Campos foi o encontro com dom Orani

Agência Brasil

Publicação: 13/08/2014 21:19 Atualização:

O cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, divulgou nota hoje (13) em que lamenta a morte do candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). O avião em que o candidato estava a bordo caiu na manhã desta quarta-feira (13/8) em Santos (SP). O arcebispo e o candidato encontraram-se na terça-feira no Rio de Janeiro.

"Surpreso pela notícia, compartilho com todos a dor dos familiares e amigos. Conversamos ontem sobre planos e sonhos que ele tinha para o país. Lamento a sua morte neste tempo e nesta circunstância e saúdo com carinho aos familiares e amigos rezando para que a confiança na vida eterna console a todos", disse dom Orani Tempesta.

Um dos últimos compromissos de campanha de Eduardo Campos foi o encontro com dom Orani. Após a reunião nessa terça-feira, Campos disse que o encontro foi “uma conversa muito boa” sobre ideias de como melhorar o Brasil e fazer o país “voltar a crescer, gerar renda, oportunidade de trabalho, conter a inflação”, além da violência urbana e rural e a necessidade de um pacto em defesa da vida. Ele também defendeu mais recursos da União para segurança pública. Após o encontro, Eduardo Campos concedeu entrevistas para o Jornal Nacional e a Globonews, ambos da Rede Globo.

O presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal dom Raymundo Damasceno Assis, também se manifestou sobre a tragédia. “Esse acontecimento trágico torna mais pobre o cenário político do país, pois ceifou a vida de um homem público, cristão autêntico, esposo e pai exemplar, que fez da 'política uma missão, um serviço à sociedade brasileira' e, 'por esse chamado', conforme afirmou em visita ao presidente da CNBB, candidatou-se à Presidência da República”, diz a nota.

O cardeal diz ainda que irá “elevar preces pelo descanso eterno de Eduardo e das outras vítimas, pelo conforto de todos os que sofrem com essa irreparável perda”.

O avião em que estava Eduardo Campos e mais seis pessoas caiu em Santos (SP) depois de decolar do Rio de Janeiro (RJ). Ainda não se sabe as causas da queda. A caixa-preta da aeronave vai ser levada para Brasília para análise. Campos deixa esposa e cinco filhos.

Leia mais notícias de Política

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas