política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

A dor dos militantes de PSB e Rede em Brasília Correligionários evitam falar sobre os rumos que a campanha presidencial poderá seguir e lamentam perda trágica do político pernambucano. Eventos programados são cancelados

Andre Shalders - Correio Braziliense

Publicação: 14/08/2014 06:02 Atualização:

Raphael Sebba: 'Fica o sentimento de que parte de nós estava naquele avião também' (Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Raphael Sebba: "Fica o sentimento de que parte de nós estava naquele avião também"


Ao longo da tarde de ontem, militantes do PSB e de outros partidos da coligação formada em torno de Eduardo Campos e Marina Silva estiveram na sede do partido em Brasília para trocar impressões e lamentar o acidente da manhã de ontem, que tirou a vida do presidenciável e de outras seis pessoas. Além de dirigentes do PSB, também estiveram no local filiados do Partido Pátria Livre (PPL) e da Rede Sustentabilidade, organização criada por apoiadores de Marina. O clima era de consternação. Mesmo dirigentes das legendas evitaram tecer comentários sobre o futuro da disputa eleitoral em andamento.

“Esse não é nem o momento de falar politicamente sobre isso. A Rede já declarou apoio ao Eduardo muito tempo atrás, porque ele representa o melhor para o Brasil. E agora… O momento é de pedir respeito, solidariedade, e pedir que as pessoas mandem forças pra gente”, disse a porta-voz feminina nacional da Rede, Gabriela Barbosa. A Rede faria uma atividade no fim da tarde de ontem na capital, mas o evento acabou sendo cancelado. Também estava prevista, para hoje, a inauguração de um comitê de campanha em uma casa do Lago Sul, que contaria com a presença da dupla de candidatos, o que não ocorrerá mais. “Estamos todos sem palavras, estamos todos em silêncio, em luto. A gente perdeu uma grande liderança nacional”, descreveu. Gabriela disse que o clima também era de consternação entre a equipe que acompanha a candidata a vice.

A perda também foi lamentada por Raphael Sebba, integrante do Diretório Nacional do PSB. “Nós perdemos hoje (ontem) parte essencial do projeto que estamos construindo”, afirmou. “O sentimento que fica é que perdemos não só o nosso presidente Eduardo Campos, mas também o de que cada um perde um pouco de si. Fica o sentimento de que parte de nós estava naquele avião também”, acrescentou. Sebba também evitou falar sobre o futuro eleitoral da legenda. “Não é momento de falar da disputa ou de outra coisa que não a pessoa que foi o Campos. E que, infelizmente, não vai poder cumprir o que parecia ser seu futuro, que era escrever ainda mais páginas importantes da história do país”, concluiu ele, que esteve com o candidato em algumas ocasiões no último ano.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: helio santos
e todos se unirem para que marina cumpra os ideais de Eduardo Campos, pois os eleitores continuaram com seu voto certo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas