política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Equipes usam drones para auxiliar buscas no local da tragédia com jatinho Os bombeiros seguem tentando encontrar partes do avião e fragmentos dos corpos das vítimas do desastre

Felipe Seffrin

Publicação: 14/08/2014 10:42 Atualização: 14/08/2014 11:16

SANTOS (SP) - Após passar a madrugada em busca de restos mortais e pedaços do jato que caiu e levou à morte o candidato à Presidência da República do PSB Eduardo Campos e outras seis pessoas, bombeiros esperam terminar os trabalhos no local do acidente até o meio-dia desta quinta-feira (14/8). Segundo o capitão Marcos Palungo, a maior parte dos restos mortais encontrados na área de queda do avião em Santos (SP) já foi enviada ao Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo para análise.

Agora, de acordo com Palungo, as equipes estão fazendo um procedimento de checagem e voltando a percorrer locais já olhados anteriormente e até descartados. "Vamos tentar trabalhar para resolver as buscas até o meio dia. Estamos fazendo uma terceira varredura à luz do dia para que não fique nenhum fragmento de corpo no local". As equipes estão usando até drones para auxiliar nas buscas.

Durante a madrugada, bombeiros encontraram pedaços da cabine da aeronave. Eles acreditavam que encontrariam a cabine inteira, enterrada, mas não foi localizada nenhuma grande peça, só pequenos fragmentos. O impacto do acidente acabou desintegrando o avião inteiro junto com os passageiros.

Perto do fim dos trabalhos, o coordenador da Defesa Civil, Daniel Onias disse esperar que a área ao redor da tragédia seja liberada até o fim do dia. Mais de 100 pessoas tiveram de deixar suas casas na noite dessa quarta-feira. "Novas buscas foram iniciadas num ponto central, com máquinas. Então, enquanto não terminarem as buscas e não retirarmos todos os destroços não podemos liberar a área para os moradores. Imaginamos que até o fim do dia seja liberado. Mas os três imoveis que foram os mais atingidos ficarão interditados por mais tempo", informou Onias.

O jato que levava Campos caiu em uma área residencial em Santos, cercada por escolas e creches. Na queda, o avião atingiu parte de uma academia e caiu sobre os muros de três casas. Mas, no total, oito imóveis foram atingidos. A aeronave caiu entre 9h e 10h. Chovia no momento do acidente. O avião decolou às 9h20 do Aeroporto Santos Dumont e seguia rumo ao aeroporto de Guarujá. Campos desembarcaria em Santos com seus assessores para cumprir compromissos de campanha.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas