política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Família de Eduardo Campos agradece apoio de todo o povo brasileiro Mensagem foi dita pelo prefeito de Recife, que atua como porta-voz

Publicação: 14/08/2014 12:06 Atualização: 14/08/2014 12:17

Eduardo Campos com a esposa e os cinco filhos: família abalada com a morte do ex-governador e de outras seis pessoas em acidente aéreo
Eduardo Campos com a esposa e os cinco filhos: família abalada com a morte do ex-governador e de outras seis pessoas em acidente aéreo


Familiares, amigos e personalidades movimentam a casa da viúva de Eduardo Campos nesta manhã de quinta-feira (14/8), em Recife (PE). Uma das primeiras visitas foi a do prefeito Geraldo Julio (PSB), que tem atuado como porta-voz da família, que está muito abalada. Ele havia deixado a residência às 2h e retornou às 6h. “É um momento de estar próximo”, disse. Julio destacou que todos estão muito impactados. Ele decretou luto oficial de oito dias na cidade.

O prefeito afirmou que a família agradece toda a solidariedade que tem sido demonstrada por todo o povo brasileiro, pelos pernambucanos. “A gente pede que as pessoas possam se unir nesse momento por Eduardo, é uma coisa muito importante nesse momento”, afirmou.

A viúva do ex-governador, Renata Campos, pediu que o corpo dele seja velado durante uma missa campal na Praça da República, que fica em frente ao Palácio do Campo das Princesas, casa do Executivo estadual. Segundo Geraldo Julio, ela quer que a população possa dar o último adeus a Eduardo.

A expectativa é de que o velório seja realizado neste sábado (16/8). O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, foi quem aconselhou a viúva de Eduardo a realizar a missa campal. O corpo será sepultado no Cemitério de Santo Amaro, na zona central da capital pernambucana, ao lado do túmulo onde foi enterrado o avô dele, o também ex-governador Miguel Arraes, morto há nove anos, na mesma data em que Campos.

Leia mais notícias em Política

O local já foi confirmado, mas a definição da data depende da liberação do corpo, que foi encaminhado, junto com os outros seis, para o Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo

Tragédia

Eduardo Henrique Accioly Campos, 49 anos, morreu quando o jato Cessna Citation 560XL em que viajava caiu sobre uma área residencial na cidade. Além dele estavam na aeronave quatro assessores do ex-governador de Pernambuco e os dois pilotos. Eduardo deixou a mulher, Renata, e cinco filhos. O mais novo, Miguel, nasceu no último mês de janeiro.

Com informações do Diário de Pernambuco

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas