política
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TJRJ abre procedimento para avaliar entrevista do desembargador Siro Darlan Processo foi aberto devido a declarações do magistrado sobre o tribunal e o Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro

Agência Brasil

Publicação: 14/08/2014 12:58 Atualização:

Darlan é um dos integrantes da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (Hipolito Pereira/Agencia O Globo)
Darlan é um dos integrantes da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça


A Corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) instaurou um procedimento administrativo para apurar a conduta do desembargador Siro Darlan. Segundo a assessoria de imprensa do TJRJ, o processo foi aberto devido a declarações do magistrado sobre o tribunal e o Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com a assessoria, Darlan já foi intimado e responderá no processo. Em entrevista à BBC, no dia 28 de julho, Darlan disse que “o Ministério Público é uma inutilidade", que o órgão "é muito eficiente quando lhe interessa” e que o “MP é eficiente na repressão do povo pobre”.

Leia mais notícias em Política

Darlan é um dos integrantes da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que na última terça-feira (12/8) decidiu que 21 dos 23 acusados de atos violentos em protestos no Rio responderão em liberdade. O desembargador também foi o responsável pelos habeas corpus que libertaram cinco desses acusados, que ficaram 12 dias presos em julho deste ano.

A assessoria de imprensa do TJ informou que não poderia fornecer detalhes sobre o procedimento porque é sigiloso.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Rogério Galhardi
Meu irmão ficou deficiente no Rio de Janeiro devido a uma liminar não concedida por uma juíza contra a Unimed Costa Verde (Angra), mesmo sendo matéria sumulada pelo TJRJ. Conversando com algumas pessoas, fui informado que este é o procedimento padrão da MMª quando a ré é a em questão! Por que será? | Denuncie |

Autor: Mário Neto
O Sr. Siro Darlan falou tudo. O Ministerio Público tem feito um papel excepcional e muita coisa mudou, mas em certos momentos vacila e joga por terra toda a boa imagem que tem. Quando há interesses de alguns grandes a coisa muda. | Denuncie |

Autor: Renato Goncalves
Parabéns ao eminente Desembargador. Pena que neste país de tamanha hipocrisia, aqueles que falam a verdade são investigados. Este MP de mentirinha é que deveria responder por que não cumpre seu papel institucional. Ou seja, aquilo que o desembargador declarou. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas