política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Líderes evitam falar do futuro do partido: 'o PSB está sem chão' O atual presidente da sigla afirmou que este não é o momento para discutir eleições

Diário de Pernambuco

Publicação: 15/08/2014 09:52 Atualização:

No estado que até a semana passada era conhecido por ter um dos principais candidato à Presidência da República, a política saiu de cena. Pelo menos por enquanto. Durante todo o dia e noite de ontem a movimentação na casa do ex-governador Eduardo Campos foi intensa. Além dos familiares e amigos, muitos caciques socialistas, mas eles evitavam falar sobre política e futuro. “O PSB está sem chão”, repetia.

Presidente estadual da sigla e amigo pessoal da família, Sileno Guedes passou o dia na residência. Sempre que questionado sobre qualquer assunto político respondia, curtamente: “Esse não é o momento”. O coordenador da campanha de Campos no Nordeste, Cláudio Procópio, pediu respeito à dor da família. “As pessoas que estão pressionando deveriam ter respeito a esse momento”.

Leia mais notícias em Política

Sobre o quadro da corrida para o Palácio do Campo das Princesas o silêncio se repetia. “Não vamos falar de política porque esta não é a hora e, sobretudo, porque ele não tinha substituto”, ressaltou o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR). Único a falar sobre política, o irmão do ex-governador, advogado Antônio Campos, defendeu o nome de Marina Silva na disputa para a Presidência.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas