política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

'Eduardo estava convicto que seria presidente', diz conselheiro do TCE/PE Segundo Marcos Loreto o pensamento era de que ele venceria já no primeiro turno

Diário de Pernambuco

Publicação: 15/08/2014 09:55 Atualização:

Pernambuco segue perplexo, sem acreditar que o “indestrutível Eduardo” está fora de cena. Eleito e reeleito governador com mais de 80% dos votos, três vezes escolhido como o administrador estadual mais bem avaliado do país, Eduardo Campos elegeu um secretário como prefeito do Recife (Geraldo Julio) e consolidou outro — Paulo Câmara — com seu sucessor no estado. “O vazio é muito grande. Estamos atordoados para saber como vai ser preenchido”, resumiu o ex-secretário e líder do governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Waldemar Borges.

Leia mais notícias em Política


Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Loreto lembra que Pernambuco tinha dois ex-governadores fortes — Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Mendonça Filho (DEM) — e que, hoje, todos estavam ao lado de Campos. “Na geração de até 50 anos, é difícil encontrar alguém como ele. Ele tinha uma convicção muito forte de que seria presidente. A convicção era tão grande que a gente acabava achando que ele ganharia no primeiro turno.”

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas