política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PT e PSDB não querem adiamento do início da propaganda eleitoral Partidos nem sequer cogitam a possibilidade de postergar o início da propaganda eleitoral gratuita. Segundo o TSE, alteração da data depende de consenso entre todas as legendas

Naira Trindade

Publicação: 16/08/2014 07:01 Atualização:

Delgado diz que o PSB deve veicular programa gravado por Eduardo e Marina, com adaptações, na estreia do horário eleitoral gratuito (Iano Andrade/CB/D.A Press - 4/2/13)
Delgado diz que o PSB deve veicular programa gravado por Eduardo e Marina, com adaptações, na estreia do horário eleitoral gratuito


No que depender de PT e PSDB, a propaganda eleitoral gratuita na tevê e no rádio não será adiada. Os dois principais partidos rivais ao PSB na corrida presidencial afirmaram não ter discutido a alteração no calendário eleitoral. Em resposta ao pedido do PV, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Dias Toffoli, havia decidido que só um consenso entre as legendas alteraria o início da campanha na televisão. Sem acordo, não haverá mudanças. Especialistas rebatem que nem mesmo um acordo dos partidos poderia modificar a data.

Os coordenadores das campanhas trabalham para levar a propaganda ao ar na terça-feira, como determinam as regras da Justiça Eleitoral. Tanto nas gravações do PT quanto nas do PSDB, são cogitadas homenagens a Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira na queda de um avião em Santos (SP). As transmissões vão coincidir com a missa de sétimo dia prevista para terça, na Praça da República, no Recife, em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco.

As homenagens dos dois principais concorrentes na disputa ao Planalto vão frisar a amizade com Eduardo. Na inserção da candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), é possível que a menção seja gravada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista, Lula afirmou “ser mais que político amigo, ser companheiro” do socialista. O candidato pelo PSDB e senador, Aécio Neves (MG), também pretende mencionar a amizade que manteve com Eduardo Campos.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Paulo Costa
Está tudo dominado pelo Partido das Trevas! Roubalheira da corruPTralha da Petrobras "investigada" por uma maioria PeTralha e passando o "Gabarito" ao bando/quadrilha; PToffoli no "PTSE"; Lewando no "SPTF"; corruPTralha do mensalão com as chaves da cadeia...para onde estão levando nosso País?????? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas