política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Na tevê, Aécio e Dilma mostram feitos e obras; Marina pede "Brasil real" Na tevê, a candidata do PSB ao Palácio do Planalto diz que os adversários não mostram "Brasil de verdade" e reafirma compromissos. Já Dilma e Aécio ressaltaram feitos de suas gestões, como presidente e governador, respectivamente

Julia Chaib

Publicação: 26/08/2014 11:44 Atualização: 26/08/2014 15:50

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, aproveitou os pouco mais de dois minutos a que tem direito de propaganda eleitoral na televisão para elevar o tom frente aos dois principais adversários, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Sem citar nomes, Marina disse na tevê que “quem tem dinheiro faz campanha cinematográfica e mostram um Brasil diferente do Brasil de verdade".

Além de fazer críticas indiretas aos adversários, a presidenciável aproveitou para apresentar o candidato à vice-presidente Beto Albuquerque, que foi "um grande parceiro" na elaboração do programa de governo do partido, segundo ela. Marina também voltou a afirmar compromissos já apresentados, como o de investir na escola integral. Na área de saúde, ela afirmou que, se for eleita, vai garantir investimento de 10% da receita corrente bruta da União, para o setor público, como pede um projeto de lei que tramita no Congresso Nacional.



Dilma e Aécio
A peça de campanha de Aécio Neves ressaltou experiências do candidato como presidente da Câmara dos Deputados, e como governador de Minas Gerais. No vídeo, um locutor diz que Aécio foi quem liderou a aprovação de um projeto de lei que acabou com a impunidade de políticos para crimes comuns. E afirma também que Aécio transformou Minas Gerais e aprimirou a educação do estado. Aécio também aparece falando que acredita na política para melhorar a vida das pessoas. Por fim, o candidato tucano afirma que “para fazer o novo, melhor quem já fez algo novo”.

Já Dilma usou a propaganda eleitoral para contar histórias de pessoas pobres que superaram desafios e hoje trabalham, graças ao auxílio do Pronatec, ou são formadas, com a ajuda do Prouni, programas lançados na gestão petista. No vídeo, um locutor diz que houve um tempo em que era “impossível ver filha de pedreiro em escola particular” e “ver família pobre sendo dona da própria casa”. Segundo Dilma, só quem já mudou o país, em referência aos 12 anos de governo do PT, pode continuar a mudança. A referência às mais de 30 milhões de pessoas que saíram da miséria, de acordo com o governo, também foi feita, como nas propagandas eleitorais anteriores.

Leia mais em Política

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Jorge Magalhaes
A candidata Marina Silva está com o discurso "pé no chão", verdadeiro, real, brasileiro. A candidata Dilma apresenta, para o momento eleitoral o Brasil padrão Fifa, depois da eleição vem o Brasil padrão Dilma. O candidato Aécio perdeu o rumo, agora promete "tudo", depois eleito vem o esqueçam "tudo". | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

:: Publicidade

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas