política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pesquisa CNT/MDA confirma Marina seis pontos à frente de Dilma no 2º turno Levantamento mostra que a petista lidera no primeiro turno, com 34,2%, contra 28,2% de Marina e 16% de Aécio Neves.

Grasielle Castro - Correio Braziliense

Publicação: 27/08/2014 10:57 Atualização: 27/08/2014 14:22

Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta quarta-feira mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 34,2% de intenção de voto, Marina Silva (PSB) com 28,2% e Aécio Neves (PSDB) com 16%. Entre os nanicos, o Pastor Everaldo (PSC) é o único que ultrapassa a marca de 1% das intenções de votos, com 1,3%. Luciana Genro (PSol), Levy Fidelix (PSDC), Rui Costa (PCO) e Zé Maria (PSTU) pontuam entre 0,3% e 0,1%. O quadro mostra uma oscilação drástica entre os candidatos, com a oficialização da candidatura de Marina Silva, ao assumir o lugar de Eduardo Campos, morto no último dia 13. Em relação à pesquisa anterior, de abril, Dilma perdeu 2 pontos - ela era a preferida de 36,2% dos entrevistados - e Aécio Neves caiu 6,1 pontos, ao sair de 22,1% das intenções de voto.

Na simulação para segundo turno, a atual presidente Dilma Rousseff vence quando o adversário é o tucano Aécio Neves. Ela fica com 43% das intenções de voto e o ex-governador de Minas Gerais, com 33,3%. O resultado é semelhante ao aferido entre 8 e 12 de agosto, quando ela tinha 41,8% das intenções de votos e Aécio, 33,9%. No cenário da pesquisa anterior, ela também vencia Eduardo Campos. No atual, entretanto, Marina Silva vence a petista com aval de 43,7% dos eleitores diante 37,8% dos votos de Dilma. Entre Marina e Aécio, a socialista vence novamente com mais de 20 pontos de diferença, ela atinge a marca de 48,9% enquanto o tucano fica com 25,2% das intenções de votos. Em abril, contra Eduardo Campos, o tucano aparecia na frente, com 38% e o socialista ficava com 21,8%.



Além de vencer em todos os cenários que aparece no segundo turno, Marina também é a candidata com menor rejeição dos eleitores. O índice dela é 29,3%, Dilma Rousseff tem 45,5% e Aécio Neves 40,4%. A rejeição de Eduardo Campos era de 34,5%. Ainda de acordo com a pesquisa, 72,9% dos entrevistados afirmaram que a decisão de voto é definitiva.

Apesar do crescimento de Marina, o diretor da MDA, Marcelo Souza diz que o cenário ainda é de indefinição. "Existem alguns fatores que podem definir quem vai para o segundo turno. Marina teve maior crescimento, mas não existe definição de quem são os maiores candidatos. Ainda é difícil dizer quem vence as eleições", afirma. Diretor executivo da CNT, Bruno Batista acrescenta que a candidata do PSB captou votos de todos os setores. Batista explica que 8,2% era a base de Eduardo Campos e com Marina no papel oficial de candidata houve migração de 8,4% dos brancos e nulos, 1,6% dos votos de indecisos, 6% do Aécio Neves, 2% da Dilma e 1% do Pastor Everaldo. "Com essa migração, totalizaria 27,%, houve ainda um acréscimo dos nanicos que completaram 28%", completa.  

Segundo ele, Marina não é uma surpresa. "Ela tem cacife eleitoral, só não sendo aferido porque o candidato oficial era Eduardo Campos. A campanha ainda está aberta, os debates estão começando agora. Ainda tem um período muito importante de intensidade que o eleitor vai conseguir avaliar as propostas e a capacidade gerencial de cada um deles", pontua.  

Avaliação do governo

A pesquisa também aferiu a avaliação do governo da presidente Dilma, considerada positiva por 33,1% dos entrevistados contra 28,8% de avaliação negativa. O índice de aprovação do desempenho pessoal da presidente divide a população e empata com o de desaprovação, com 47,4% para os dois indicadores. De acordo com Batista, os resultados são estáveis, embora a presidente já tenha apresentado melhores resultados. A expectativa da maioria dos entrevistados para os próximos seis meses é positiva tanto para emprego, renda e educação. Já para segurança pública e saúde, o números dos que acham que vai piorar supera o de que acredita que vai melhorar.

A CNT/MDA fez 2.002 entrevista, entre os dias 21 e 24 de agosto, nas cinco regiões do país, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. O registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-00400/2014.  

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: José Souza
Caso à candidata Marina ganhe essas eleições, vou me preparar para a Ditadura da "moral" e se possível, deixar o país antes que ele piore. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas