política
  • (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Maioria dos ministros do TCU rejeita bloqueio de bens de Graça Foster Último a votar, ministro Aroldo Cedraz pediu vista do processo. Placar está em 5 a 2 pela liberação dos bens da presidente da Petrobras

Naira Trindade

Ana Pompeu

Publicação: 27/08/2014 18:30 Atualização: 27/08/2014 20:07

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz pediu vista do processo que pedia a indisponibilidade de bens da presidente da Petrobras, Graça Foster, e do ex-diretor da área internacional Jorge Luiz Zelada pelas irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Antes do pedido que paralisou o julgamento, entretanto, os ministros já haviam decidido por cinco votos a dois pela rejeição do bloqueio de bens da chefe da estatal. A previsão é que o caso volte à pauta em duas semanas. 



O ministro Cedraz sinalizou que vai seguir o voto do relator José Jorge. No entendimento de Jorge, a presidente é responsável por ter determinado a compra da segunda metade da refinaria pela Petrobras somente ao final de todas as disputas judiciais com o sócio no negócio, a Astra Oil. A decisão levou a estatal a gastar R$ 90 milhões a mais ao ter ignorado o resultado do acordo arbitral. A Corte entende que a aquisição da refinaria causou prejuízo de R$ 792,3 milhões à estatal. Somente o ministro Augusto Sherman seguiu o voto do relator. 

Para o advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, os votos favoráveis à liberação dos patrimônios da presidente e do ex-diretor “fez justiça” à administração da Petrobras. A inclusão do caso na pauta de votações levou o advogado-geral a voltar a percorrer, pela terceira vez, alguns gabinetes de ministros esta semana. “Os ministros entenderam que o ato de gestão foi um ato correto. O Tribunal fez justiça para a Petrobras, que tem procurado agir sempre com cautela”, enalteceu após a sessão. Apesar da tendência favorável, o julgamento ainda não foi encerrado e os ministros podem alterar os votos.

Leia mais notícias em Política

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: henrique gomes
Aparecida Gomes, não é magia não o nome desse "milagre" é roubo! | Denuncie |

Autor: Helena Helena
Eu diria: "sugueira"! | Denuncie |

Autor: albertani souza
tem muito funcionário público que não explica a evolução patrimonial apenas com salário de servidor, e ninguém investiga isso, porque será hein??? | Denuncie |

Autor: aparecida gomes
Esse povo compra muitos bens, não sei com que dinheiro, acho que é o nosso, não consigo entender é tão difícil adquirir imóveis e eles conseguem parece milagre da multiplicação, gostaria de aprender essa magia. | Denuncie |

Autor: aparecida gomes
O que importa realmente é saber quando foi adquirido os imóveis em questão e se a renda dessa senhora era compatível com os bens ate então. | Denuncie |

Autor: patrick Moraes
Sugeira!!! | Denuncie |

Autor: augusto lima
Mais um motivo para os brasileiros não permitirem que esse partido o PT, não fique no poder. Mesmo que Marina seja ex aliada deles, mas, vamos ficar livres de muitos que meteram a mão na grana do povo, como essa presidente da Petrobras e toda a diretoria que está presa. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas